Blog, PET - Cães e Gatos

Advogada ganha bezerra de presente e diz que pet a ajuda tratar depressão | BNews Pet – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

A advogada Otacília Brito, de 24 anos, cria desde o dia 9 de setembro um pet nada comum: uma bezerra de seis meses. A jovem – que é apaixonada por vacas – afirma que o novo “bichinho” trouxe ânimo no tratamento contra a depressão. Dada de presente pela mãe de Otacília, Pipoca – nome da bezerra – era criada em uma fazenda, no interior de Roraima, antes de morar no quintal da advogada, em Boa Vista.

Ao G1, Otacília conta que por conta desse passado, os primeiros dias não foram fáceis. Sem costume de contato com humanos, a bezerra dava “cabeçadas” na nova dona. “A criação que ela tinha era solta em um pasto e, o único contato com seres humanos, era uma coisa distante, onde alguém ia lá enxotá-la de um lugar para outro, fazer a criação de abatedouro e ela não estava acostumada com uma criação mais próxima”.

“Eu tocava nela e ela achava ruim. Levei algumas cabeçadas no início. Nunca cheguei a levar um coice, mas ela tentou no começo. Foi uma semana até ela entender que eu não era uma inimiga. Passávamos bastante tempo juntas. Ela vinha para dar uma cabeçada, e eu segurava a cabeça dela para fazer carinho. Foi todo um processo de estabelecer uma confiança dela em mim”, relata Otacília.

Leia também: Dia das crianças: Animal de estimação não é brinquedo e nem presente

Como a bezerra é criada no quintal, a advogada passou a sair mais do isolamento no próprio quarto e assim, nutriu o amor entre as duas.

“Eu tenho um processo longo de depressão e isso faz a gente querer se isolar, querer se trancar. A Pipoca me obrigou a ter que sair de dentro do quarto para fora, que é onde ela fica. Todo o dia de manhã, quando eu acordo, vou pra fora ficar com ela. Pego sol e passamos um tempo juntas”.

Otacília conta que, depois desses primeiros dias, a relação com a pet tem sido de amor, carinho e companheirismo. Pois, segundo ela, com tratamento de afeto, diferente do que é dado em algumas fazendas, Pipoca deixou de vê-la como “inimiga”.

Apesar de Pipoca ter sido dada como presente pela sua mãe, Otacília considera que a bezerra foi “resgatada”, tendo em vista o local em que ela nasceu e o destino que a aguardava.

Pipoca divide a atenção de Otacília com outros animais resgatados pela advogada. Ao todo, são oito gatos e sete cães que dividem espaço no quintal da casa. 

A convivência entre todos os pets, de acordo com a advogada, é tranquila e eles receberam “muito bem” a nova colega Pipoca.

Leia mais em BNews Pet:

Acompanhe o BNews PET também no Instagram


Classificação Indicativa: Livre


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.bnews.com.br |

Related Posts