Blog, Saúde e Bem Estar, Smart Watches & Eletronicos

AirPods 3 pode ganhar grande recurso para monitoramento da saúde do usuário – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

Acredita-se que a Apple realize um novo evento de lançamento de produtos e novidades em setembro de 2021. À medida que a data se aproxima, muitos estão ansiosos por saber quais serão as novidades reveladas. Recentemente o site MyHealthyApple descobriu uma grande novidade que deverá chegar aos AirPods 3 e provavelmente para os AirPods e AirPods Pro também.

A descoberta foi feita devido a um projeto de pesquisa da Apple feito em parceria com a Cornell University. É possível encontrar o estudo através do site arxiv e na seção de pesquisa em machine learning no site da Apple. O artigo descreve a capacidade dos fones de ouvido True Wireless (TWS) da Apple de estimar a frequência respiratória através do som da respiração do usuário.

Embora o artigo não chame os AirPods pelo nome no início de sua escrita, acreditou-se que eles estivessem envolvidos. Ao longo do texto, as expectativas acabaram por serem confirmadas ao citar a Apple e os AirPods, mencionando que os fones de ouvido foram utilizados no estudo.

AirPods 3 pode ganhar grande recurso para monitoramento da saúde do usuário

A primeira coisa que foi dita sobre a pesquisa é:

“A frequência respiratória (Respiratory rate ou RR) é uma métrica clínica usada para avaliar a saúde geral e a aptidão física … Este trabalho investiga uma abordagem baseada em modelo para estimar a RR de segmentos curtos de áudio obtidos após esforço físico em adultos saudáveis. Os dados foram coletados de 21 indivíduos usando fones de ouvido de campo próximo com microfone, antes, durante e após exercícios extenuantes. RR foi anotado manualmente pela contagem de inalações e exalações percebidas.”


Imagem ilustrativa do artigo de pesquisa feito com os fones de ouvido Apple AirPods. Fonte: arxiv

Em seguida é dito no artigo:

“a estimativa remota de RR pode oferecer um método econômico para rastrear a progressão da doença e a aptidão cardiorrespiratória ao longo do tempo.

Embora nos concentremos em discernir RR no contexto da atividade física e não na detecção clínica de falta de ar especificamente, as descobertas podem, por sua vez, ser usadas para aplicações médicas.”

Finalmente chega-se na parte em que os pesquisadores confirmam os fones de ouvido utilizados no experimento ao dizer:

“Todos os dados foram gravados usando fones de ouvido com microfone de perto, especificamente AirPods da Apple. Esses vestíveis em particular foram selecionados porque pertencem a milhões de pessoas e são utilizados em uma ampla variedade de contextos, desde falar ao telefone até ouvir música durante os exercícios.”

Conforme vimos acima, ao utilizar as pontuações de falta de ar, quantificadas pela Escala de dispneia de Borg, os AirPods conseguem avaliar a gravidade de diversos distúrbios respiratórios, inclusive problemas arteriais periféricos. Isso impressiona levando em consideração que o modelo utilizado no estudo foi os AirPods comuns.

O que ainda não se sabe

A pesquisa de fato é promissora, mas ainda não se tem a certeza de que todos os AirPods irão herdar essa nova funcionalidade ou somente as próximas gerações do TWS da Apple que irão. Além disso, ainda há a incógnita sobre a necessidade de utilização de outro wearable como, por exemplo, o Apple Watch para que as informações sejam processadas.


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.oficinadanet.com.br |

Related Posts