Aprenda a cuidar do seu cão – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

Manter o cão em quarentena talvez não seja uma das tarefas mais fáceis do mundo. Principalmente para aqueles animais que possuíam uma rotina regular de saídas, caminhadas, passeios e atividades. A verdade é que manter-se em quarentena é extremamente difícil inclusive para nós, humanos.

Porém, é um ato extremamente importante e necessário para que possamos, de alguma forma, conter o avanço de um mal maior. Neste caso, o Coronavírus, que constrói quadros da doença COVID-19 nas pessoas.

Fato é que os animais, até então, não possuem um risco concreto de pegarem a doença dos humanos e nem de transmitirem. Já escrevemos alguns artigos sobre o tema, falando da transmissão do coronavírus em cães e a também do coronavírus em cães de forma geral. Ao menos, ainda não existe uma comprovação científica deste fato.

Porém, nós, humanos, não podemos nos expor ao problema. E isto faz com que nossos cãezinhos automaticamente precisem respeitar a nossa quarentena também. Para te ajudar a entender como lidar melhor com esta situação, preparamos um guia prático com dicas, respostas e dúvidas frequentes com relação ao assunto. Acompanhe!

Cão em Quarentena

Cão se protegendo de vírus – Foto: Freepik

Cão em Quarentena: Como cuidar do seu cão durante quarentenas

Neste momento, estamos passando por uma situação extremamente delicada e difícil. Trate-se da propagação do Coronavírus pelo mundo, transmitindo a doença COVID-19. Como você já sabe, esta é uma condição extremamente negativa para a saúde humana, causando muita dor e sofrimento para milhões de pessoas, principalmente daqueles que perdem entes queridos pela doença.

Porém, de uma forma geral, todos os seres vivos da terra estão sentindo algum tipo de mudança no comportamento nos últimos meses. E isto inclui, obviamente, nossos cachorros. Sim, seu cão em quarentena é reflexo também deste vírus que, até o momento, não se mostra perigoso a saúde dos pets (estudos sobre isso ainda estão sendo realizados).

Entre outras condições, é fundamental que você repare em algumas muito importantes, como:

  • A alimentação deve ser melhor controlada;
  • Atividades físicas devem acontecer, mesmo que de forma alternativa;
  • Elabore brincadeiras e jogos divertidos;
  • Tente evitar ao máximo saídas para a rua com o animal;
  • Evite contato com vizinhos e outros animais do condomínio;

Para te ajudar a entender melhor, falaremos sobre cada um destes aspectos a partir de agora. Acompanhe o texto e saiba tudo sobre como lidar com seu cão em quarentena.

A alimentação deve ser melhor controlada

O passo “número zero” para cuidar do seu cãozinho neste momento tão difícil, é controlar a alimentação. E isto deve ser feito por diversos motivos. O primeiro deles, é que o animal tenderá a ter algum tipo de desregulamento alimentar pelo fato de você, tutor, estar em casa. O segundo deles, é pelo fato de que quanto mais o cão comer, mais você precisará sair para comprar alimento para ele.

Seja uma alimentação natural para cães ou seja uma alimentação baseada em rações premium, o mais importante é você sempre considerar um controle racional do que o animal está consumindo durante a quarentena. Você precisa encontrar um equilíbrio entre o necessário e o exagero. Quanto mais o animal comer, mais ele terá energia (e poderá não gastá-la). Mas, ao mesmo tempo, se o animal não comer bem, ele pode sofrer com algum tipo de doença ou problema.

Por isso, equilíbrio é tudo.

Cão em Quarentena

Passeando com o cachorro rapidamente na rua – Foto: Freepik

Atividades físicas devem acontecer, mesmo que de forma alternativa

Um cão em quarentena precisa manter algum ritmo de atividades físicas. Independente de poder ou não sair de casa, é preciso usar a criatividade para encontrar saídas eficientes. Se você mora em apartamento, brincadeiras com pulos ou mini-corridas dentro de casa podem ajudar. Se você tiver um quintal externo, tudo ficará mais fácil.

Porém, o fato é que o gasto de energia precisa acontecer, independente de qualquer coisa. Afinal, um cão muito enérgico (sem gasto) pode trazer problemas para a relação com o tutor e isto tenderá a criar um ambiente negativo durante estes dias que vocês precisarão ficar tanto tempo juntos.

Elabore brincadeiras e jogos divertidos

E por falar em criatividade para gastar energia, você pode (e deve) pensar em alternativas para que o cão se divirta durante a quarentena. Neste caso, recomendamos que você crie jogos para cães, brincadeiras interativas, de adivinhação e também aquelas que fazem o animal passar o tempo sozinho. É claro que quando você estiver em casa, o cachorro tenderá a ficar ao seu lado o tempo inteiro.

Mas é preciso achar um equilíbrio neste aspecto também. E uma ferramenta para encontrar este equilíbrio é justamente a criação de brinquedos ou itens que o cão considere interessante. Um dica importante é sempre buscar a renovação dos brinquedos para que o cão não enjoe. Dê a ele um brinquedo novo a cada dia de forma que você possa alternar entre eles.

Entenda aqui porque é tão importante para o cão brincar em casa.

Tente evitar ao máximo saídas para a rua com o animal

Quando estamos em quarentena, significa que não podemos sair, certo? É claro que existem excessões, como as idas ao mercado e demais necessidades básicas. Porém, quanto mais conseguirmos evitar de sair, melhor. E não é diferente com nossos cães. Muitas vezes eles podem ter a necessidade física e mental de dar aquele passeio ao fim do dia, pois estão acostumados com isso.

Como mencionamos anteriormente, é um momento difícil para todos, inclusive para eles, pois não podem sair. Saia somente se o animal precisar sair para fazer as necessidades. Caso contrário, fique em casa. Não há lugar mais seguro para você e para o cão, neste momento, do que sua casa. E, se mesmo assim você sentir que é importante levá-lo para fazer cocô ou xixi, faça isso rapidamente. Não ande pelo quarteirão. Vá no máximo até a frente do seu prédio ou casa e fique por ali.

isolamento social de cachorros

Cachorro com máscara de proteção ao Coronavírus – Foto: Freepik

Evite contato com vizinhos e outros animais do condomínio

Além destes cuidados básicos, é fundamental que você também evite o contato com seus vizinhos. Seja entre vocês ou seja entre os cães. Se isto era rotina há algum tempo atrás, saiba que agora precisa mudar, infelizmente. Se o seu cãozinho adorava brincar com o cão do vizinho, saiba que você precisa encontrar uma alternativa para que ele não sinta-se triste ou desenvolva sintomas semelhantes ao da síndrome da ansiedade da separação.

Por isso é tão importante brincar com o animal e entretê-lo. Dê brinquedos diferentes, alternativos e divertidos. Quanto mais o animal sentir a sua presença no sentido de brincadeiras, menos ele sentirá vontade de sair para brincar com outros cães, que antes ele fazia.

E em casos de urgência veterinária durante a quarentena de Coronavírus?

Nosso cão em quarentena nada mais é do que um reflexo também da nossa quarentena. O mundo está fechado em casa e isto, obviamente, acende muitas dúvidas na mente dos tutores. Uma destas dúvidas, por exemplo, é a necessidade de veterinário e cuidados emergenciais durante a pandemia de coronavírus. Pois bem, saiba que este é um dos serviços essenciais que podem funcionar, mas com uma série de restrições.

E além das restrições, é fundamental que você também tome todos os cuidados possíveis ao levar o cão para o veterinário examiná-lo. Para sua segurança, faça o seguinte:

  • Marque um horário com o veterinário – Evite multidões;
  • Visitações devem ser evitadas – O cão está seguro na clínica veterinária;
  • Consultas periódicas podem ser adiadas com recomendação veterinária;

Entenderemos um pouco melhor sobre cada um destes pontos a partir de agora. Vamos lá?

isolamento social de cachorros

Máscara de proteção para cachorros – Foto: Freepik

Marque um horário com o veterinário – Evite multidões

O primeiro critério para considerar na hora de levar o seu cão ao veterinário no meio da quarentena de coronavírus, é justamente marcar um horário com o profissional. Evite de simplesmente chegar na clínica de forma desavisada.

É claro que muitas vezes isto é necessário, pois o cão pode estar precisando urgente de ajuda. Mas, mesmo que isto seja necessário, envie uma mensagem ou ligue para o profissional de saúde canina para que ele saiba que você está chegando.

Assim, você evita multidões, o local pode ser preparado para a chegada do cão e tudo mais. Agora, se você tem algum tempo e o animal não está tão mal, mas precisa de atendimento, faça um agendamento prévio. Nem que seja para dali a uma hora. O importante é tudo estar preparado para receber o cão, de modo que você não precise enfrentar multidões ou filas.

Para ler depois: Meu cachorro pode ter coronavírus?

Visitações devem ser evitadas – O cão está seguro na clínica veterinária

Mas, e se o seu cãozinho já está internado na clínica, o que fazer durante a quarentena? Bom, o ideal é não visitá-lo. Mesmo que você marque a visita com antecedência, é importante dizer que o cãozinho está completamente seguro na clínica. Lá ele receberá todos os cuidados básicos e essenciais para que ele tenha conforto e bem-estar.

Quanto mais você puder evitar de sair, melhor. Por mais que o cão não é exposto ao nosso coronavírus (ainda não há estudos que mostrem isso), é importante manter a segurança dele e a sua também. Se ele foi internado para algum tipo de cirurgia ou procedimento, ele ainda pode estar fraquinho ou cansadinho. Evitar o estresse do animal neste momento é importante!

Veja aqui alguns sinais de estresse em cães.

isolamento social de cachorros

Colocando a máscara de proteção em cachorro – Foto: Freepik

Consultas periódicas podem ser adiadas com recomendação veterinária

Se você tiver uma consulta veterinária marcada para seu cãozinho durante o período de quarentena, veja a possibilidade de remarcar. É claro que muitas vezes pode ser algo inadiável e, neste caso, precisamos ter racionalidade para julgar a melhor situação. Mas, caso o profissional veterinário indique a remarcação, faça-o.

Quanto mais você puder evitar de sair neste momento e expor também o seu cão a situações de estresse, melhor. Infelizmente, neste momento, a nossa vida precisa mudar para uma forma que não queiramos. Ficar trancado em casa não é a coisa mais fácil do mundo para se aceitar. Mas é preciso. Cuide-se e cuide do seu cão!

Como focar no home office com o cãozinho pedindo atenção?

Esta é uma situação que pode pegar muitas pessoas de surpresa: o equilíbrio entre o home office e o cão em quarentena! Se o seu cãozinho era acostumado com sua ausência durante boa parte do dia, saiba que ele ficará extremamente feliz de te ver em casa todos os dias, trabalhando ali do lado dele. E você certamente verá isso também como um momento de aproximação com o animal.

Fazer home office em tempos de quarentena é essencial. Mas, separar o trabalho do convívio com o cão em casa também é importante. Veja como fazer isso:

  1. Dedique um tempo ao animal durante o dia – Antes e depois do trabalho;
  2. Seja líder do seu cão para que ele respeite seus horários;
  3. Ofereça brinquedos para o cão não lhe atrapalhar;
  4. Se tiver um recinto para prendê-lo durante o trabalho, faça isso;
  5. Faça pequenos intervalos para interagir com o animal, caso ele demonstre necessidade;

Detalharemos cada situação a partir de agora para que você entenda melhor o que fazer. Acompanhe.

Cão em Quarentena

Mulher trabalhando em home office durante pandemia de Coronavírus – Foto: Freepik

Dedique um tempo ao animal durante o dia – Antes e depois do trabalho

O primeiro critério importantíssimo a se adequar, é a necessidade de dedicação de tempo ao animal. Se você passa boa parte do dia longe dele, vê neste momento a possibilidade de ficar mais perto. E isto é ótimo para você e para o animal. Desta forma, é fundamental que você dedique um tempo antes e depois do trabalho para ficar só como animal.

Isto saciará não só a sua vontade de ficar próximo dele, mas do próprio animal em ter você por perto. E desta forma, você poderá trabalhar de forma muito mais tranquila e focada. A casa boa para pets é aquela em que o tutor consegue imprimir a separação entre momentos de lazer, foco e respeito.

Seja líder do seu cão para que ele respeite seus horários

E por falar em respeito, é fundamental que você seja líder do seu cão para que ele entenda que há limites nos seus horários de trabalho. O home office é tentador para muitas pessoas. Porém, é preciso construir uma cultura de disciplina que fará toda a diferença no dia a dia. Quanto mais disciplinado você for, melhor serão os resultados.

E é claro que não é por mal, mas muitas vezes os animais podem nos atrapalhar a ter concentração máxima. Por isso é importante que vocês tenham um momento de lazer e brincadeiras para que o momento do trabalho também seja levado a sério e o cão consiga condicionar isso.

Veja aqui como ser líder do seu cão.

Ofereça brinquedos para o cão não lhe atrapalhar

Conforme já mencionamos durante o texto, oferecer brinquedos diferenciados e criativos pode fazer com que o seu pet sinta-se extremamente feliz durante o dia. Ele passará muito tempo tentando pegar a ração, a bolinha ou o bichinho (seja lá qual for o brinquedo). E isto é ótimo para que você possa se concentrar no seu trabalho de home office, originado pela quarentena do coronavírus.

Veja aqui uma lista com os melhores brinquedos para cachorro e veja como eles podem ser úteis neste momento tão complicado de nossas vidas e, claro, da vida do cão em quarentena.

Cão em Quarentena

Mulher com máscara de proteção ao COVID-19 – Foto: Freepik

Se tiver um recinto para prendê-lo durante o trabalho, faça isso

Parece pesado, mas não é: ter um recinto para prender o cão durante o seu trabalho pode ser uma ótima ideia. Porém, é lógico que você não fará isso sem nenhum tipo de preparo físico e mental do animal. Simplesmente prender ele em um local e deixá-lo lá por horas pode fazer mais mal do que bem ao cão.

Pois ele vai se sentir abandonado e triste. E isto é péssimo para o médio e longo prazo, uma vez que ele poderá desenvolver condições muito negativas no dia a dia.

O local do “recinto” pode ser criativo e divertido: precisa ter comida, caminha, muitos brinquedos e até mesmo um banheiro em um local que não atrapalhe o animal. Até o cachorro se acostumar pode levar um tempo. Mas acredite, se o seu trabalho de home office tiver que acontecer por muito tempo, isto poderá ajudar muito a ter mais foco e produtividade para os próximos meses.

Faça pequenos intervalos para interagir com o animal, caso ele demonstre necessidade

Se você está trabalhando em casa por conta do coronavírus, ou seja, fazendo home office, é fundamental fazer pequenas pausas para respirar e descansar. Pois bem, nestas pausas, você poderá facilmente interagir com o seu cãozinho, caso ele deseje atenção naquele momento. Estes pontos de parada são ótimos para garantir sua saúde mental e também a dos animais. Leia mais aqui sobre saúde mental de cães.

Mas, uma observação importante: se o cachorro estiver descansando, calmo ou dormindo, evite o contato. Pois a sua presença poderá deixá-lo extremamente ativo. E isto pode fazer com que ele queira brincar e fazer bagunça em um momento que não deveria, atrasando e atrapalhando seu home office.

Adestre seu cão como forma de prevenção e cuidado para estes momentos

E por fim, vamos falar um pouco mais sobre a importância do adestramento. Pois bem, o adestramento de cachorro em meio a quarentena de coronavírus obviamente não é indicado, pois você precisaria sair ou trazer um profissional até sua casa. Mas, queremos fazer um alerta para que você considere esta prática para o mundo que viveremos depois da pandemia.

Adestramentos são imprescindíveis para garantir a saúde física e mental dos cachorros. Eles aprendem a ter limites e isto os ajuda muito a não se tornarem cachorros estressados, ansiosos e demais condições negativas. Adestrar o cachorro é também uma forma de demonstrar seu amor pelos pets! Cuide do seu cãozinho, mantenham-se seguros na quarentena e vamos passar por isso todos juntos.

Neste momento, não tente simplesmente achar que o vírus não atingirá você ou seu cão. Pense no próximo, respeite os limites de isolamento social e respeite as pessoas em grupo de risco. Quanto mais o vírus circular por pessoas saudáveis, mais o grupo de risco estará exposto.

Cuide-se!


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.portaldodog.com.br |