Blog, Techtudo

Ar-condiconado LG Inverter é bom? Testamos o modelo portátil com Wi-Fi | Eletrônicos – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

O ar-condicionado LG Dual Inverter Voice portátil é um modelo inteligente que funciona via Wi-Fi e promete economizar energia. O aparelho da LG tem como diferencial a integração completa com os assistentes de voz Google Assistente e Alexa, da Amazon, permitindo ao usuário controlar a temperatura de forma mais prática.Com 14.000 BTUs, o dispositivo tem capacidade suficiente para cômodos de, aproximadamente, 20 m², e conta com estrutura voltada para janelas de correr. O aparelho, que custa oficialmente R$ 4.599, pode ser encontrado no mercado brasileiro por preços em torno de R$ 4 mil. O TechTudo testou o ar-condicionado e conta a seguir o que achou do dispositivo.

Modelo portátil promete economizar energia e tem recursos inteligentes; veja o que achamos — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Portátil, o modelo da LG tem visual elegante, com curvas suaves e painel de controle simples. Disponível em branco, o aparelho tem saída de ar na parte de trás, com o tubo fixado na horizontal. Essa característica facilita a instalação, de certa forma, já que não foi necessário tirar e colocar o acessório durante o uso.

Além disso, a presença de rodinhas permite transportar o ar-condicionado pela casa sem grandes problemas – talvez um pouco, pelo tamanho robusto. De qualquer forma, poder utilizar o eletrodoméstico em diferentes cômodos é, justamente, o grande diferencial do produto.

Tubo de ar fica acoplado na parte de trás do aparelho — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Vale destacar ainda a presença de um controle remoto, o que facilita a experiência para quem prefere um uso mais tradicional. Por meio dele, é possível controlar a temperatura, escolher diferentes modos de funcionamento, programar horários para ligar ou desligar o aparelho, entre outras funções. Esses recursos também ficam disponíveis por meio do aplicativo LG ThinQ para celulares Android e iPhone (iOS).

Controle remoto facilita os comandos, que também podem ser feitos pelo celular — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

O ar-condicionado é voltado para janelas de correr, ou seja, traz acessórios específicos para esse tipo de instalação. Nesse caso, há espumas de diferentes formatos e espessuras que impedem a passagem de ar, além de uma placa de plástico com tamanho ajustável, onde fica fixado o tubo de ar. Em outros tipos de estrutura, como janelas que abrem para dentro ou para fora, por exemplo, pode ser um pouco mais difícil começar a usar o aparelho. Isso porque o processo de instalação requer bastante atenção: por não ser o padrão ideal, é necessário pensar bem onde e como colocar o produto.

Durante nossos testes, por exemplo, essa foi uma das principais dificuldades. Com algum improviso, foi possível instalar a placa com o tubo na estrutura de uma grade, do lado de fora de uma janela que abre para dentro. A solução foi utilizar praticamente toda a espuma que acompanha o produto para impedir a passagem de ar, com a janela parcialmente fechada.

Placa deve ficar na janela, e modelo traz ainda espumas para tapar as saídas de ar; instalação é própria para janelas de correr — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

O esforço foi grande e, visualmente, o resultado não foi dos melhores, mas o aparelho funcionou bem. Para quem mora em casas ou apartamentos mais antigos, talvez não seja a opção ideal de ar-condicionado – a não ser que você considere alguma mudança no tipo de janela.

Integração com a Alexa permite controlar a temperatura pelas caixinhas Echo, via comando de voz — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Graças à integração, o modelo pode participar de rotinas, onde um único comando leva a diferentes ações em casa. Um exemplo é criar o comando “Cheguei” por meio do app Alexa, para ligar as luzes e o ar ao mesmo tempo. Ou, com um “Boa noite”, é possível ajustar uma temperatura certa para o momento, sem precisar recorrer ao controle remoto do aparelho. Se não tiver uma caixa de som inteligente por perto, também é possível acessar os recursos pelo celular com o próprio Google Assistente.

A promessa de economizar energia está diretamente ligada à tecnologia Inverter. Presente tanto em aparelhos de ar-condicionado quanto em geladeiras, por exemplo, esse recurso promete manter os motores funcionando a todo o tempo e com variação de intensidade. O sistema substitui o tradicional on-off, em que o ar desliga ao atingir determinada temperatura e liga novamente em algum momento, gastando mais energia para manter o equilíbrio. A refrigeração, com isso, fica mais estável, o que teoricamente diminui o consumo e levaria a uma conta de luz mais barata.

Tecnologia Inverter, presente no ar da LG, promete menor consumo de energia — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Na prática, isso pode ser um pouco difícil de perceber, dependendo da frequência com que o aparelho é utilizado e sob quais condições isso acontece. No nosso caso, a comparação foi feita com outro modelo portátil, mais antigo, e que não entrega o mesmo resultado. Além disso, a troca pelo aparelho da LG aconteceu em meio à quarentena por conta do novo coronavírus, ou seja, quando o consumo de energia elétrica aumentou drasticamente dentro de casa. O ar-condicionado também foi utilizado mais vezes, por conta dos testes. E, mesmo assim, o valor da conta de luz não ficou muito maior: subiu apenas R$ 30, algo surpreendente dadas as condições.

Vale ressaltar que a LG promete uma economia de até R$ 660 anuais, considerando o uso do produto 20 dias ao mês, durante 8 horas consecutivas. Para quem não costuma ligar o ar com tanta frequência, portanto, o consumo pode fazer ainda menos diferença nas contas ao final do mês – ainda mais em relação a um modelo tradicional.

Modelo promete economia de até R$ 660 por ano na conta de luz, segundo a LG — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Utilizado em um cômodo com aproximadamente 12 m², o ar-condicionado foi capaz de refrigerar o ambiente em poucos minutos. Levando em conta o calor do Rio de Janeiro, o aparelho apresentou alguma dificuldade para chegar a temperaturas abaixo dos 23º, mas manteve essa média sem muitos problemas. O produto permite ajustar a velocidade do ar em três níveis: baixa, média e alta, alterando também o nível de ruído que o aparelho emite. Apesar de propor trabalhar de forma silenciosa, em algumas situações foi necessário aumentar o volume da TV, por exemplo.

Além de refrigerar o ambiente, há outras opções de uso no dispositivo, que também funciona para ventilar o ambiente e como desumidificador. Apesar de não deixar o ambiente mais frio, necessariamente, essa característica pode diminuir a sensação de calor gastando menos energia, e pode ser interessante para usar durante a noite.

Modelo atinge temperaturas de até 23º no ambiente com facilidade — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Portátil e com recursos inteligentes, o produto chamou atenção pela praticidade. A refrigeração rápida, sem muito ruído e bastante inteligente agradou. Utilizar o ar-condicionado junto a outros dispositivos inteligentes da casa também foi um ponto alto, e facilitou bastante a experiência no dia a dia. Além disso, a economia de energia no final do mês também foi algo sentido no bolso, já que a conta de luz não ficou tão alta quanto esperado em meio à quarentena por conta do novo coronavírus.

Em casas antigas, a instalação pode ser complicada; existem outras opções da linha que podem servir — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Mas, mesmo com esses prós, é importante levar em conta alguns detalhes. A instalação, por exemplo, é voltada praticamente de forma exclusiva para janelas de correr. Dessa forma, quem mora em um apartamento mais antigo, com estruturas não tão modernas, vai ter dificuldades de encontrar o lugar certo para o ar-condicionado. Além disso, a improvisação pode não agradar – sobretudo com um produto de R$ 4.599.

LG lança a linha DUAL Inverter VOICE, ar-condicionado Wi-Fi que economiza luz

Nesse caso, talvez seja melhor optar por um aparelho split ou mesmo de janela – daqueles mais tradicionais, por exemplo. A própria LG oferece versões diferentes com a mesma tecnologia Dual Inverter e os recursos inteligentes presentes no modelo portátil, custando até menos. O split da linha com 9.000 BTUs tem preço oficial de R$ 2.199, enquanto a opção de janela, com 10.000 BTUs e voltada justamente para instalações mais antigas, é vendido pela fabricante por R$ 2.799.


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.techtudo.com.br |