Blog, Techtudo

CBLOL 2021: Rensga vence a paiN Gaming e está na final; veja resultados | Esports – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

A Rensga Esports venceu a paiN Gaming, neste sábado (21), e está classificada para a grande final da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) 2021. A série melhor de cinco partidas (MD5) começou melhor para a paiN, mas os Cowboys, que vivem um grande momento, souberam se adaptar bem ao jogo dos tradicionais e foram capazes de equilibrar o confronto. No final, após cinco partidas muito disputados, a Rensga conseguiu emplacar uma grande virada e venceu os Tradicionais por 3-2. A equipe estará em sua primeira final de CBLOL de toda a sua história.

A rival da Rensga será decidida no confronto da outra semifinal entre Vorax Liberty e RED Canids. A série acontece neste domingo (22) às 13h, horário oficial de Brasília. A vencedora enfrenta a Rensga no dia 4 de setembro pelo título da competição. Vale lembrar que o torneio está sendo transmitido pelos canais oficiais do CBLOL na Twitch TV, no YouTube e na Nimo TV.

CBLOL 2° Split: veja times classificados, formato e agenda dos playoffs

Em uma bela série, Rensga conquista a vitória e estará em sua primeira final de CBLOL — Foto: Divulgação/Rensga Esports

Jogo 1 – Vitória da paiN Gaming

A Rensga Esports iniciou o jogo tentando uma movimentação agressiva para conquistar um pouco de visão na selva da paiN. Porém, o time recebeu uma resposta rápida e perdeu Thiago “Kiari” Luiz (Camille), que foi abatido no first blood para Marcos “Cariok” Santos (Lee Sin). Com uma assistência nesse abate e a vantagem de um item, Leonardo “Robo” Souza (Renekton) dominou a rota superior contra Kiari (Camille) e adquiriu muito mais recursos. Na rota inferior, Yan “Damage” Neves (Leona) tentou arriscar uma jogada para cima de Felipe “brTT” Gonçalves, mas recebeu uma grande resposta de Han “Luci” Chang-hoon (Trundle), foi abatido e cedeu espaço para seus adversários crescerem no jogo.

Com uma boa vantagem nas rotas, a paiN dominou as rotações, os primeiros arautos, os dragões e as lutas em geral, além de derrubar rapidamente todas as torres tier 1 dos adversários. A Rensga ainda foi valente e até chegou a assustar a paiN em alguns momentos, mas erros de posicionamento e de decisão custaram caro, incluindo até um quadra kill para Cariok (Lee Sin), e a situação se tornou quase que irreversível. Com a vantagem de ouro, a alma do dragão infernal e o Barão Na’Shor em mãos, a paiN apenas empurrou a Rensga para sua base e derrubou o nexus aos 29 minutos de jogo.

Jogo 2 – Vitória da Rensga Esports

A Rensga iniciou o segundo jogo sem correr tantos riscos como foi visto no primeiro. Eles tiveram um pouco de vantagem na rota inferior, com Matheus “Trigo” Trigo (Jinx) e Yan “Damage” Neves (Thresh) pressionando bastante seus adversários. Já na rota superior Thiago “Kiari” Luiz (Renekton) jogou com tranquilidade o duelo contra Leonardo “Robo” Souza (Dr.Mundo). Os primeiros abates, no entanto, vieram na rota do meio. Aos seis minutos, Park “Croc” Jong-hoon (Nidalee) fez um bom gank para abater Thiago “Tinowns” Sartori (Orianna), ao mesmo tempo que Han “Luci” Chang-hoon (Leona) apareceu para abater Cha “Yuri” Hee-min (Irelia).

A vantagem de recursos seguiu sendo da Rensga, mas sua superioridade só ficou mais clara aos 15 minutos, quando os Cowboys puniram uma movimentação da paiN em sua selva e acharam o espaço para derrubar estruturas e chegar ao terceiro dragão. Aos 22 minutos, houve outra excelente luta da Rensga, que abateu dois jogadores e conquistou o primeiro Barão Na’Shor do jogo.

Apesar de alguns sustos, os Cowboys seguiram superiores e acabaram com as esperanças da paiN aos 28 minutos, quando fizeram outra bela luta na disputa pela alma do dragão. O time achou espaço para derrubar inibidores e fazer mais um Barão Na’Shor. Com 31 minutos no relógio, a Rensga derrubou o nexus para empatar a série.

Jogo 3 – Vitória da paiN Gaming

O terceiro jogo da série teve o começo mais equilibrado até então. paiN e Rensga fizeram diversas lutas nos primeiros minutos de jogo, mas nenhuma delas foi capaz de adquirir uma vantagem consistente de recursos. A exceção ficou com a questão dos dragões, em que a paiN conseguiu levar os dois primeiros do jogo. Apenas aos 16 minutos que a Rensga encontrou uma boa oportunidade para crescer na partida ao conseguir vencer a disputa pelo dragão e impedir a paiN de se aproximar da alma. Porém, Felipe “brTT” Gonçalves (Ezreal) ainda conseguiu encontra um double kill ao punir um avanço atrapalhado dos Cowboys.

Foi com 22 minutos no relógio que uma equipe finalmente conseguiu tomar as rédeas da partida. Em uma nova luta pelo dragão, Leonardo “Robo” Souza (Renekton) chegou atrás da equipe da Rensga, conseguiu eliminar rapidamente Matheus “Trigo” Trigo (Ashe), que estava muito forte no momento, e deu o grande passo para sua equipe dominar a luta, ficar com o dragão e fazer o Barão Na’Shor. A Rensga não conseguiu mais se encontrar depois dessa luta e viu a paiN derrubar seu nexus com 29 minutos de jogo.

Jogo 4 – Vitória da Rensga Esports

A Rensga iniciou a partida conquistando uma boa vantagem nos primeiros minutos na rota inferior. Matheus “Trigo” Trigo (Ezreal) e Yan “Damage” Neves (Nautilus) foram para cima de Felipe “brTT” Gonçalves (Aphelios) e pegaram o first blood no suporte Han “Luci” Chang-hoon (Thresh), que tentou ajudar, mas não teve sucesso. Logo em seguida, Park “Croc” Jong-hoon (Nidalee) foi para cima de Leonardo “Robo” Souza (Gnar), mas sofreu um grande outplay e foi eliminado. O jogo seguiu acelerado com a Rensga arriscando um enorme dive na rota inferior, e a paiN sendo capaz de responder bem e saindo com a vantagem de um abate.

Apesar de a paiN voltar a dominar os primeiros dois dragões, o jogo seguiu confuso com muitas eliminações em um curto espaço de tempo e nenhuma equipe adquirindo uma vantagem relevante de fato. Minutos passaram, a Rensga empatou em dragões, as equipes dividiram vitórias nas lutas, pickoffs foram realizados, torres de ambos os lados foram derrubadas, e o marcador de ouro seguiu sem mostrar uma grande distância de um dos lados.

A situação mudou apenas aos 27 minutos, quando a paiN arriscou um Barão Na’Shor, e a Rensga soube responder bem, muito graças ao dano causado por Cha “Yuri” Hee-min (Lucian). Após uma longa perseguição por Summoner’s Rift, os Cowboys abateram a maioria de seus adversários e encontraram a oportunidade de fazer o Barão. Com a vantagem, a Rensga apenas começou a forçar lutas para derrubar as estruturas da paiN e empatar novamente a série aos 31 minutos.

Jogo 5 – Vitória da Rensga Esports

O último jogo da série iniciou já com muita ação na rota inferior. Marcos “Cariok” Santos (Trundle) tentou um gank cedo, mas a Rensga respondeu bem e, apesar de perder Matheus “Trigo” Trigo (Varus), conseguiu um first blood de Felipe “brTT” Gonçalves (Kai’Sa). Os caçadores continuaram em um jogo acelerado, movimentando-se sempre que possível para cada rota e conquistando abates para suas respectivas equipes. Quem adquiriu maior vantagem nesse early game foi a Rensga, que levou o primeiro dragão e ainda fez boa jogada na rota superior para dar um double kill para Thiago “Kiari” Luiz (Gwen). No entanto, a paiN devolveu os abates rapidamente e voltou a se aproximar no ouro.

A primeira grande luta aconteceu aos 14 minutos. A Rensga contou com uma boa entrada de Yan “Damage” Neves (Thresh) para conseguir sair na vantagem e se distanciar novamente no ouro. O jogo seguiu bastante nervoso: a Rensga não conseguiu fazer sua vantagem crescer, e a paiN seguiu viva no confronto com o passar dos minutos. A Rensga encontrou o primeiro Barão Na’Shor apenas quando fez um pickoff em Han “Luci” Chang-hoon (Nautilus).

Apesar do buff do Barão, a paiN seguiu forte, fez seu segundo dragão e abateu três jogadores da Rensga. Leonardo “Robo” Souza (Renekton) seguiu fazendo uma excelente frontline e dando toda a segurança para seus carregadores brilharem nas lutas. Porém, em um pickoff exatamente em Robo (Renekton), a Rensga encontrou uma luta incrível, eliminou os jogadores da paiN e, de repente, já estava no nexus para vencer o jogo e a série.

No detalhe, paiN deixa escapar a vitória no final do quinto jogo e se despede do CBLOL 2021 — Foto: Divulgação/Riot Games


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.techtudo.com.br |