Blog

Celular e smartwatch ajudam polícia a identificar homem que matou a esposa – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

Um smartwatch e um celular foram cruciais para ajudar a polícia da Grécia a determinar que um homem — o piloto Babis Anagnostopoulos — assassinou sua própria esposa, a britânica Caroline Crouch. Após os investigadores terem acesso aos dados registrados nos dispositivos, o suspeito confessou o crime.

Inicialmente Anagnostopoulos havia informado aos policiais que três homens invadiram sua casa, o amarraram e assassinaram a mulher. No entanto, a polícia desconfiou do discurso e percebeu que os detalhes fornecidos não batiam. Com isso, os investigadores analisaram dados registrados pelo smartphone do criminoso e pelo relógio da vítima, que acabaram por contradizer os relatos do homem.

Primeiro, após obter os dados de monitoramento cardíaco do smartwatch da vítima, os policiais constataram que o pulso da registrou batimento por muito tempo após o horário em que o marido alegou ter sido a hora da morte em seu depoimento. Depois, o registro de passos do celular do assassino provou que ele caminhou bastante ao redor da casa, por volta do mesmo horário em que ele informou estar amarrado.

Após obter essas informações e notar diferenças significativas entre o depoimento de Anagnostopoulos e os dados obtidos pelos dispositivos eletrônicos, a polícia de Atenas intimou o homem até a delegacia, para que ele pudesse identificar um suspeito. Os investigadores informaram que, após oito horas de interrogatório, o homem confessou o crime.

Fonte: 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: canaltech.com.br |