Blog, Smart Watches & Eletronicos, Techtudo

Cinco dicas para deixar o celular à prova de curiosos – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Recursos nativos de celulares Android e iPhone protegem informações e escondem conversas e fotos de pessoas indesejadas Celulares Android e iPhone (iOS) possuem recursos que protegem a privacidade dos usuários e a segurança dos seus dados. Medidas simples, como desativar notificações e usar o bloqueio biométrico são essenciais para essa finalidade, mas outras ferramentas, como o uso de senhas em aplicativos específicos ou a possibilidade de ocultar fotos, aumentam a segurança dos dados e evitam que curiosos visualizem informações pessoais sem autorização.
LEIA: Vírus usa vídeo pornô como isca e espiona celular
Todas essas funções são úteis para quem costuma emprestar o smartphone aos amigos com frequência, para quem entrega o celular para crianças brincarem ou para aqueles que querem apenas evitar que outras pessoas consigam bisbilhotar suas informações no dia a dia. Confira, na lista a seguir, cinco dicas para esconder suas informações de pessoas curiosas.
Lista traz cinco dicas para deixar o celular à prova de curiosos
Pond5
Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo
1. Ativar bloqueio do celular
Um dos recursos mais básicos e comuns de proteção do smartphone, o bloqueio de tela tem excelente eficácia na hora de proteger o acesso ao celular. Seja por senha, impressão digital ou reconhecimento facial, ele vai garantir que somente o proprietário consiga desbloquear a tela para acessar aplicativos e dados. Sem essa proteção, qualquer pessoa em posse do celular conseguirá acessar as informações pessoais sem passar por qualquer barreira de segurança.
Configurando o Face ID no iPhone
Reprodução/Helito Beggiora
No iPhone, é possível ativar a solicitação de senha ou o Touch ID, para que o aparelho exija a biometria por impressão digital. Nos celulares lançados a partir do iPhone X, a Apple implementou o Face ID, que utiliza reconhecimento facial para desbloquear a tela. Em smartphones com Android, além do reconhecimento facial, é possível usar códigos numéricos ou desenhos de desbloqueio.
2. Ocultar notificações na tela de bloqueio
Mesmo com o celular bloqueado, as notificações push exibidas pelos aplicativos podem revelar informações pessoais, como fotos e conversas íntimas. No entanto, é possível esconder o conteúdo dessas mensagens, para que pessoas que estiverem por perto não consigam ler os textos sem a sua permissão. No Android, é possível ocultar as notificações da tela inicial por meio do menu “Configurações”, na seção “Apps e notificações”.
Acessando as configurações de notificações dos aplicativos no Android
Reprodução/Rodrigo Fernandes
No iPhone, a opção de desativar as pré-visualizações de notificações está localizada no menu “Ajustes”, em “Notificações”. É possível determinar que o celular mostre as notificações apenas quando o celular estiver em uso.
Desativando pré-visualização de mensagens em notificações do iPhone
Reprodução/Rodrigo Fernandes
3. Ocultar fotos no celular
Os iPhones permitem ocultar fotos de forma nativa, no próprio rolo da câmera. O recurso é útil para esconder imagens que possuem conteúdo íntimo ao entregar o celular a alguém próximo, por exemplo. Para suprimir as imagens, basta selecionar os arquivos e tocar no ícone de compartilhamento. Depois, é só selecionar a opção “Ocultar”.
Escondendo fotos da galeria no iPhone
Reprodução/Helito Beggiora
No Android, o usuário pode esconder suas fotos usando o aplicativo Files, do Google. Nele, a opção “Pasta Segura” permite armazenar arquivos íntimos ou importantes e solicitar um PIN de acesso, impedindo que outras pessoas consigam visualizar seu conteúdo. O recurso “Pasta Segura” está disponível em celulares com sistema a partir do Android 8 (Oreo).
4. Colocar senha em aplicativos
Alguns aplicativos externos permitem bloquear apps individualmente com uma senha. É o caso do Bloqueio AppLock, por exemplo, que identifica todos os programas instalados no smartphone para que o usuário escolha quais deseja bloquear. Então, basta criar um PIN de acesso, criando mais uma camada de segurança para impedir o acesso de curiosos a seus dados.
WhatsApp para iPhone tem desbloqueio de tela por Face ID
Anna Kellen Bull/TechTudo
Vale lembrar que alguns aplicativos possuem o bloqueio por senha ou biometria de forma nativa, tanto no Android como no iPhone. É possível bloquear o WhatsApp com senha ou biometria, por exemplo, por meio das configurações do mensageiro. O Facebook Messenger também possui um filtro de segurança que exige senhas para acessá-lo.
Como desbloquear o WhatsApp com digital; saiba ativar
5. Usar o acesso guiado
O Acesso Guiado do iPhone bloqueia o celular para que o usuário utilize somente um aplicativo — aquele que está aberto no momento. Desta forma, crianças ou curiosos não conseguirão transitar entre os aplicativos para bisbilhotar seus arquivos enquanto estiverem usando seu aparelho. O recurso pode ser ativado nas configurações do sistema, e permite, inclusive, que partes da tela sejam bloqueadas, para que outros menus daquele app não sejam acessados.
Como bloquear o iPhone para só acessar um aplicativo e ‘evitar curiosos’
No Android, uma forma de esconder seus arquivos é criar um perfil de usuário convidado. Nesta opção, o sistema cria uma área de trabalho limpa, como se o celular tivesse sido restaurado de fábrica. A pessoa conseguirá utilizar o smartphone normalmente, mas não terá acesso aos seus dados.
Na aba “Dispositivos”, escolha “Usuários” e defina o perfil como “Convidado”
Reprodução/Lucas Mendes
Como remover vírus do navegador do Android? Veja no Fórum do TechTudo.
Cinco formas de espionarem seu celular e como se proteger
Biometria no celular: conheça as formas de proteger seus dados
Como esconder conversas no WhatsApp? Cinco dicas para proteger o app


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.techtudo.com.br |

Related Posts