Blog, PET - Cães e Gatos, Saúde e Bem Estar

Como educar um cachorro sem brigar ou bater? – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

Aprender como educar um cachorro sem brigar ou bater é fundamental para que a educação do pet aconteça e, assim, ele possa ser um cão muito mais tranquilo e saudável do ponto de vista de saúde mental.

Porém, alguns tutores ainda consideram esta prática (de brigar ou bater) como positivas para a educação do pet. Mas isto pode ser um problema e não é a melhor alternativa para fazer o cão entender o que ele pode e o que ele não pode.

Então, no artigo de hoje, vamos te ajudar a entender que existem, sim, outras alternativas para deixar o seu cão condicionado e respeitoso, sem o uso de violência verbal e muito menos física.

Continue lendo e saiba como!

Como educar um cachorro sem brigar ou bater?

Cão olhando – Foto: Freepik

Aprender como educar um cachorro sem brigar ou bater nem sempre é uma tarefa fácil. Principalmente para os tutores de primeira viagem, que ainda não entendem muito bem como funciona o comportamento do cachorro e quais são os estímulos que ele mais recebe.

Usar a violência verbal é um problema muito grande para o condicionamento do cachorro para situações positivas. E usar a violência física, então, nem se fala: é uma prática totalmente incabível e incoerente.

Afinal, se o cachorro (que ama seu tutor), recebe violência dele, como ele vai confiar e entender que ali é a casa dele?

Ao criar um cachorro, o tutor não pode querer que o animal seja respeitoso com base em medo e submissão. Mas sim, isto precisa acontecer com base em adestramento e amor.

Caso contrário, o cão sempre será ansioso, estressado e poderá ter uma qualidade de vida péssima. Ele não é um ursinho de pelúcia. Ele é um ser vivo.

Então, como educar um cachorro sem brigar ou bater? Veja algumas dicas para começar a colocar em prática hoje:

  • Evite brigar ou dizer não para algumas situações;
  • Restrinja o acesso a alguns lugares proibidos;
  • Procure entender os motivos que levam a uma atitude ruim;
  • Chame a atenção do cachorro com outra coisa;
  • Tire as recompensas do cachorro para ensiná-lo;
  • O cachorro nunca está de mal com você;
  • Ajuste o ambiente para que o cão não tenha gatilhos;
  • Enriquecimento ambiental é fundamental;

Parece complicado? Não se preocupe. Vamos aprender um pouco mais sobre cada uma destas atitudes a partir de agora, para que você possa se aprofundar e se tornar um expert no assunto.

Acompanhe.

Evite brigar ou dizer não para algumas situações

Uma das situações mais comuns para os tutores novatos (e até para os mais experientes), é querer dizer “não” para todas as situações que envolvem o comportamento do animal. Ou seja, quando ele começa a fazer algo errado, o “não” já aparece no ambiente.

É claro que o comando “não” pode funcionar muito bem, desde que o cão seja adestrado para isso. Afinal, é uma sílaba rápida e forte e o animal poderá condicionar isso a algum comportamento. Porém, nem sempre é assim.

Muitas vezes, ao dizer “não” ou interagir com o animal para que ele pare de fazer alguma coisa, o cão poderá entender que você está apenas interagindo e vai considerar isso como uma recompensa. Logo, ele vai entender que quando roer o móvel ou o chinelo, o tutor vai interagir – que é o que ele quer.

Neste caso, você pode substituir o comando “não” por alguma outra coisa que chame a atenção do pet, como um brinquedo. Ele vai gastar a energia no brinquedo e vai sair satisfeito da situação.  Ficar criticando e gritando “não” pela casa, não vai ajudar.

Veja também comandos básicos para cachorro.

como educar um cachorro sem brigar

Cão com a língua de fora – Foto: Freepik

Como educar um cachorro sem brigar – Restrinja o acesso a alguns lugares proibidos

O que é mais fácil: criticar o cão e brigar com ele o tempo todo, ou simplesmente restringir o acesso dele em alguns ambientes que ele vai só pra aprontar? A opção dois certamente é a mais fácil e simples, visto que você estará prevenindo uma situação, e não precisará remediá-la.

Por exemplo, se o cachorro adora roer os chinelos, que tal colocá-los em um lugar que o animal não alcança? Ou, ainda: se o cachorro gosta de vasculhar o lixo, por que não colocar o lixo em um lugar alto e inacessível? Estes pequenos manejos no ambiente te ajudam a criar um cão com menos estímulos negativos.

O ato de brigar e bater é totalmente desnecessário. E muitas situações negativas para o cão são, também, criadas pelo tutor. Por isso, tente entender o que deixa o cão ouriçado na sua casa e simplesmente restrinja estes ambientes para o cão.

Veja mais dicas de como educar um cachorro.

Procure entender os motivos que levam a uma atitude ruim

Simplesmente remediar um problema, nem sempre é a melhor alternativa. Ou seja, quando você nota o seu cachorro fazendo bagunça ou aprontando, tentar convencê-lo do contrário, vai ser mais difícil do que evitar que ele faça aquilo.

Portanto, busque sempre entender os motivos que levam um cão fazer isto ou aquilo. A partir do momento que você entende as motivações para roer o chinelo, roer o móvel, rasgar o lixo do banheiro, rasgar uma almofada ou o sofá, você estará um passo a frente do cão. O que é ótimo para que os problemas sejam evitados, e não só corrigidos.

Entender os motivos é algo simples? Nem sempre. Afinal, estamos falando de um cachorro. Ele não fala e nem sabe explicar o que está sentindo. Porém, há muitos gatilhos que podem ser interpretados, pois os cães agem por instinto. Basta que você entenda mais sobre a raça em questão e conheça seus principais motivadores.

Por exemplo, um cachorro com muita energia, quando não sai para passear e brincar, vai gastar a energia roendo móveis e chinelos. Além de ser desobediente em outras situações. Ou seja, o problema não está em roer o chinelo e o móvel. Mas sim, na falta de passeios para o gasto energético.

Aqui no blog, você vai encontrar uma série de artigos ensinando como lidar com cães bagunceiros, bravos, filhotes, etc.

como educar um cachorro sem brigar

Cão deitado – Foto: Freepik

Chame a atenção do cachorro com outra coisa

Outra forma de como educar um cachorro sem brigar ou bater, claro, é chamando a atenção dele de outra maneira.

Ou seja, quando ele está aprontando alguma coisa, é muito melhor que você ofereça a ele um outro gatilho para “aprontar”. Por exemplo, se ele está roendo o chinelo ou a almofada, ao invés de brigar, chame ele e dê outro brinquedo.

O cão não está roendo a almofada ou o chinelo porque ele quer se vingar de você ou porque ele quer chamar atenção. Ele faz isso pois está com acúmulo de energia e sente que, ao roer, vai se satisfazer.

Ao fazer isso, o cão tem uma sensação de alívio de ansiedade muito grande. Portanto, tente desviar este alívio para outro brinquedo.

Não se preocupe: o cachorro não vai condicionar o ato de roer o móvel com o fato de você dar um brinquedo a ele. Neste momento, tudo que ele quer, é descarregar energia e aliviar tensões.

Tire as recompensas do cachorro para ensiná-lo

Se tem uma coisa que move os cães, são as recompensas. Eles adoram ser recompensados por alguma ação. Por exemplo, quando ele está roendo um móvel, a recompensa é o alívio da ansiedade. Ou, quando você está ensinando algo com reforço positivo, a recompensa é o petisco.

Uma das formas de como educar um cachorro sem brigar, é justamente tirando esta recompensa, de modo que o cão interprete aquilo como algo que “não pode”.

Por exemplo, se ele está roendo um móvel, pegue o cão e tranque ele por um ou dois minutos em um ambiente fechado. Esta atitude, faz o cão entender que a recompensa foi retirada. E isto é algo que faz eles mudarem de atitude.

Veja bem: você não deve trancar o cão por horas. Apenas retirá-lo do ambiente e colocá-lo por um ou dois minutos em outro cômodo, já será o suficiente para ele ter o gatilho da retirada de recompensa, ok? Jamais prenda seu cachorro por castigo e por muito tempo, pois isto é algo cruel.

Veja também como cansar um filhote de cachorro.

educar um cachorro sem brigar

Observando o tutor – Foto: Freepik

Como educar um cachorro sem brigar – O cachorro nunca está de mal com você

Alguns tutores acham que o cão age por vingança ou até mesmo por raiva.

Quando ele destrói uma almofada ou come um sapato, ele não está querendo mostrar para o tutor que está descontente. Este tipo de interpretação é equivocada, pois faz parte da humanização do cão – achando que ele age de maneira racional.

O cachorro nunca está de mal com você. Ele nunca quer te machucar e nunca quer que você fique bravo com ele. Quando ele apronta, ele está com algum excesso de energia ou alguma mania aprendida ao longo da vida. Para o cão, roer uma almofada não é “aprontar”. É apenas uma diversão.

Portanto, cuidado ao interpretar as atitudes do seu dog. Ele nunca vai fazer algo para te machucar. Aprender como educar um cachorro sem brigar é, também, uma forma de entendê-lo e educá-lo dentro do que ele é: um cachorro.

Ajuste o ambiente para que o cão não tenha gatilhos

Todas as vezes que o seu cachorro age de maneira negativa e você sente que tem que brigar com ele, pense bem.

Por que ele está agindo daquela maneira? O que levou ele a querer fazer isso ou aquilo? Quais foram os gatilhos instintivos do animal? Lembre-se: ele é um cachorro que tem instintos e necessidades de sua natureza.

Portanto, uma dica bem legal para te ajudar a como educar um cachorro sem brigar ou bater, é: transforme o ambiente da sua casa, a partir do momento que você adotar um cachorro.

Sim, a sua vida vai mudar quando você tiver um cachorro. E não há como fugir de alguns ajustes para o ambiente ficar propício a convivência saudável.

Crie lugares para o cão brincar, tire o lixo de lugares baixos, mantenha os sapatos guardados, ensine para o cão onde é o banheiro dele, etc. Estas atitudes vão ajudar cão e tutor a se sentirem em casa!

cachorro respeitando o tutor

Respeitando o tutor – Foto: Freepik

Como educar um cachorro sem brigar – Enriquecimento ambiental é fundamental

Você já ouviu falar da importância do enriquecimento ambiental para cachorros?

Esta é uma das tarefas mais importantes que você, tutor, precisa colocar em prática. Afinal, enriquecer o ambiente ajuda o cão a se sentir em casa, de modo que ele tenha lugares para gastar energia e não se sentir ansioso.

Espalhe brinquedos pelos ambientes, ofereça brinquedos interativos e divertidos, crie desafios para que o cão encontre a ração, etc. Quanto mais ações de enriquecimento você criar, menores são as chances de o cachorro agir de maneira negativa.

Lembre-se: as más atitudes são condicionadas por um ambiente propício para isso.

Como está o gasto de energia do seu dog?

Muitas vezes, a educação do cachorro estará totalmente condicionada ao dia a dia do animal. Ou seja, se o dia a dia dele tiver gatilhos que despertem a vontade de roer ou rasgar chinelos, ele vai fazer. E o gasto de energia está totalmente relacionado a isso.

Gastar energia é fundamental para todos os cachorros. É isto que faz eles serem saudáveis do ponto de vista físico e mental. Portanto, não hesite em fazer passeios, exercícios, caminhadas, brincadeiras, etc.

Sem gasto de energia, o animal vai direcionar este gasto para situações negativas. E brigar, não vai adiantar. Lembre-se disso!

A importância do reforço positivo para cachorro

Outro fator importantíssimo na hora de como educar um cachorro sem brigar ou bater, é o reforço positivo. Ou seja, reforçar positivamente uma situação que você quer que ele repita.

Por exemplo, se o cachorro cumprir com um objetivo que você propôs, recompense ele com um biscoito canino. Se ele não cumprir, simplesmente não recompense.

Retirar a recompensa é a melhor forma de educar o animal. Punir, brigar ou bater não são boas alternativas, pois o cão não vai entender isso e só vai desenvolver uma piora no comportamento.

Leia mais sobre reforço positivo.

cachorro feliz

Cão feliz – Foto: Freepik

Os problemas da humanização canina

E por fim, é muito importante que você entenda mais sobre a humanização canina. Ou seja, agir com o cão como se ele fosse um humano, não vai ajudar a educá-lo e ele não vai ter qualidade de vida. Afinal, os comportamentos do cão não podem ser moldados de acordo com o comportamento humano.

Ou seja, o cachorro vai latir, vai fazer xixi no tapete quando filhote, vai choramingar em alguns momentos, etc. “Proibir” estas situações é bem maléfico para o cão e a vida dele.

Cuide do seu dog!


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.portaldodog.com.br |

Related Posts