Blog, Smart Watches & Eletronicos

Como grandes marcas fidelizam clientes com seus fones de ouvido sem fio – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

A popularização dos fones de ouvido completamente sem fio aumentou uma preocupação antiga das grandes marcas: fidelizar seus clientes. No mercado atual, nomes como Apple, Samsung, Xiaomi ou Huawei possuem dispositivos auriculares, cada um com os seus diferenciais — e limitações, dependendo do smartphone que está sendo utilizado.

Uma rápida olhada em páginas de divulgação dos fones é suficiente para a percepção de uma tendência, no mínimo, decepcionante: em geral, um fone de ouvido só alcança sua capacidade máxima de recursos em conjunto com outros produtos da mesma marca, ou, como preferem chamar, do mesmo “ecossistema”.

Isso não é novidade no mundo da tecnologia: antigamente, a Apple era bastante conhecida por ter um ecossistema que funciona muito bem com aparelhos da própria Maçã, mas completamente incompatível com dispositivos de terceiros.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em relação aos fones, a situação não chega nesse extremo, afinal todos os fones utilizam tecnologia Bluetooth, e geralmente funcionam com qualquer marca de celular ou mesmo com outros eletrônicos. Mas é preciso tomar cuidado para saber se aquele recurso bacana realmente estará disponível na hora da compra.

Apple Airpods Pro: várias inovações — para iOS, iPadOS ou MacOS

Fones da Apple trouxeram novidades para o mercado (Imagem: Divulgação/Apple)

Os fones de ouvido compactos mais caros da Apple possuem várias funções que personalizam o seu modo de escutar música ou outros conteúdos — mas somente se ele for ligado a um dispositivo com iOS, ou outros sistemas operacionais da marca. Por exemplo, somente é possível customizar os controles por gestos (como avançar, retroceder, etc.) por meio de um iPhone, iPad ou Mac. Ele também só é compatível com a assistente pessoal Siri, sem a opção de mudar para o Google Assistente ou Alexa.

O próprio áudio espacial, grande carro-chefe dos fones que promete revolucionar a experiência sonora com os AirPods Pro, só funciona com produtos Apple. Claro que uma tecnologia tão diferente é utilizada como um diferencial pela marca, sem possibilidade de utilização por parte das concorrentes.

Além disso, somente é possível ver a porcentagem de bateria dos fones e do estojo no sistema iOS, a alternância suave de uso entre smartphone e PC também só funciona em iOS/MacOS, e até mesmo o característico pop-up de conexão dos fones só aparece em iPhones. Dentre os recursos mais importantes, os únicos que funcionam de forma igual nos sistemas operacionais da Apple e no Android são o cancelamento de ruído e o modo transparência.

Os requisitos para utilizar as funções máximas dos AirPods Pro estão no site da Apple (Imagem: Apple/SIte Oficial)

Samsung Galaxy Buds 2: mais recursos no Android

Galaxy Buds 2 acabaram de ser revelados e estão em pré-venda (Imagem: Divulgação/Samsung)

Assim como os Airpods Pro, os Galaxy Buds também permitem a utilização do cancelamento de ruído e modo transparência nos dois principais ecossistemas existentes. Porém, com uma restrição similar aos fones da Apple, só é possível mudar os comandos por gestos com um sistema operacional compatível, nesse caso o Android. O mesmo ocorre em relação ao teste automático de conforto das borrachinhas, que não é disponível nem com os Galaxy Buds no iOS, nem com os Airpods Pro fora do iOS.

As atualizações de firmware dos fones também só podem ser baixadas por um aparelho que possua o Android, e também não é possível fazer um ajuste de equalização diretamente no iOS. Pelo menos é possível ver a quantidade de bateria dos Galaxy Buds 2 em qualquer aparelho, seja da Apple, Samsung ou outras marcas.

Várias restrições também são especificadas no site da Samsung (Imagem: Samsung/Site Oficial)

Xiaomi Mi True Wireless Earphones 2: integrado com a MiUI

Para os Mi True Wireless Earphones 2, janela pop-up é só na MiUI (Imagem: Xiaomi/Site Oficial)

Os Xiaomi Mi True Wireless Earphones 2 também possuem um pop up de acionamento dos fones, com uma interface de usuário chamada de MIUI Global, que dá diretrizes básicas para a conexão do dispositivo, assim como mostra a quantidade de carga disponível nos fones e também no estojo de carregamento. Porém, como o próprio nome sugere, tais funcionalidades somente estão disponíveis na MIUI, interface da marca chinesa para o Android.

Um recurso que a empresa divulga como universal para Android e iOS é a transmissão simultânea para ambos os lados dos fones. Porém, é possível dizer que esse é o mínimo esperado para um dispositivo desse tipo, então não é exatamente uma grande função inovadora.

Huawei FreeBuds 4i: melhor com a EMUI10

Site da Huawei indica que “alguns dados listados” só estão disponíveis para smartphones que possuam a EMUI 11 ou posterior (Imagem: Huawei/Site Oficial)

Os FreeBuds 4i, fones recém lançados da Huawei no Brasil, também trazem alguns recursos exclusivos para a EMUI, adaptação da marca para o Android. Por aqui, as características são bastante semelhantes com o modelo da Xiaomi: há uma interface pop-up com informações básicas sobre o fone, como bateria ou instruções para a primeira conexão. Porém, nada disso funciona com aparelhos de outras marcas, mesmo que sejam Android.

Alguns dos controles por toque podem ser configurados pelo aplicativo AI Life, próprio da marca. Com ele é possível atribuir e mudar funções como tocar/pausa, próxima faixa ou faixa anterior. Uma curiosidade interessante é que o aplicativo dá a opção de assinalar um gesto para acionar o assistente de voz, mesmo que o dispositivo não tenha nenhuma integração com Google Assistente, Alexa, Siri, ou mesmo a Celia, auxiliar própria da Huawei.

Aplicativo AI Life é necessário para customizar alguns recursos do Huawei FreeBuds 4i (Imagem: Huawei/Site Oficial)

De qualquer forma, é fato que para receber as funções totais dos novos fones de ouvido, é preciso utilizar dispositivos das marcas correspondentes. Por isso, é importante levar isso em consideração na hora de comprar um fone que muitas vezes não sai barato, muito por conta justamente de seus diferenciais.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: canaltech.com.br |

Related Posts