|

Como utilizar seus fones de ouvido de forma confortável e saudável – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

Hoje os fones de ouvido estão mais populares do que nunca, especialmente os do tipo in-ear sem fio que utilizam a conexão Bluetooth, os True Wireless (TWS). Mas mesmo assim, isso não quer dizer que eles são os mais adequados ou indicados para todas as atividades. É importante escolher o tipo de fone de ouvido certo e saber como, quando e como utilizá-lo, além de higienizá-lo de maneira periódica. Neste artigo, listamos alguns desses cuidados!

Como utilizar seus fones de ouvido de forma confortável e saudável

Para que se tenha uma boa experiência com fones de ouvido, a primeira coisa a se analisar é: quais os tipos de atividade em que eles serão utilizados. A partir daí você irá perceber quais são as características mais importantes para determinado tipo de uso. Por exemplo: um fone de ouvido para jogos (“headset gamer”) deve ser, acima de tudo, confortável, pois o jogador irá passar horas utilizando-o. Além disso, este usuário precisa que peças como cabo (veja dicas sobre como escolher cabos neste artigo e neste tutorial), microfone e ear pads sejam facilmente removíveis, pois naturalmente elas irão desgastar e mesmo com o maior cuidado possível, uma hora algum deles irá falhar.

Entretanto, não basta o fone de ouvido ser confortável, é necessário utilizá-lo de forma saudável. No caso de in-ears (intra-auriculares ou IEMs) é indicado lavar as ear tips (ponteiras, borrachinhas periodicamente (exemplo: a cada 2 semanas) e limpá-las com um pano higienizado a cada vez que os utilizar para retirar o excesso de cerume (“cera”). Da mesma, as ear pads dos headphones devem ser higienizadas de tempos em tempos.

Mesmo com todos esses cuidados ao escolher e higienizar o fone de ouvido, ainda há um ponto que muitos esquecem ao utilizá-los: o volume. A tendência natural das pessoas é aumentar a “altura” da música devido ao barulho do ambiente, surgindo assim uma “guerra de volumes”, ou devido ao simples fato de se empolgar com o som da faixa de um álbum que se está ouvindo. A solução para isso é optar por um tipo de fone de ouvido que consiga atenuar o som do ambiente de maneira passiva, como é o caso dos in-ears, ou ativa, através do cancelamento de ruído ativo (ANC ou active noise cancelling).

Qual o melhor fone para a sua atividade?

Imagem ilustrativa de pessoa utilizando fones de ouvido durante o exercício físico.
Imagem ilustrativa de pessoa utilizando fones de ouvido durante o exercício físico.

No mercado temos diversos tipos de fones de ouvido e cada um deles é melhor para determinadas atividades no dia a dia das pessoas. São eles:

  • Earbuds
  • In-ears (Intra-Auriculares ou IEMs)
  • On-ears (Supra-aurais)
  • Circunaurais (over-ears ou headphones)

Dentro de cada um dos tipos de fones, ainda temos aqueles que são abertos (open-back) e aqueles que são fechados (closed-back). Embora essa característica seja mais comum em on-ears e over-ears, hoje temos alguns in-ears abertos. O princípio básico desta classificação é a seguinte:

  • Fone de ouvido aberto (open-back): as cups (conchas) de sua estrutura possuem grades.
  • Fone de ouvido fechado (closed-back): as cups (conchas) de sua estrutura são seladas por algum material como, por exemplo, metal, plástico ou madeira.

Baseando-se no tamanho, peso, isolamento do ruído externo e formato do fone de ouvido, você conseguirá dar o primeiro passo para escolher o modelo ideal, obtendo assim um conforto físico e sonoro para o ambiente e atividade em que for utilizá-lo. Claro que o som produzido pelo fone de ouvido é importante, mas esse não é o foco hoje. Caso queira saber mais sobre a questão dos tipos de sonoridade e qualidade de som dos fones de ouvido, acesse a “Série de artigos sobre Fones de Ouvido”.

Porque higienizar seus fones de ouvido

Limpando o corpo do fone de ouvido. Fonte: beatsbooster
Limpando o corpo do fone de ouvido. Fonte: beatsbooster

Um dos mecanismos de proteção do nosso ouvido é o cerume, comumente chamado de cera. Quando colocamos na orelha fones de ouvido do tipo earbud ou in-ear, o ouvido interpreta como um corpo estranho que deve ser expulso, então as glândulas ceruminosas e sebáceas começam a produção de fluidos para tentar proteger o corpo de organismos patógenos. Sim, o cerume possui a função de proteger o nosso canal auditivo contra a entrada de poeira e infecção por vírus, bactérias e fungos, através de um pH ácido (entre 4 e 5).

Entretanto, o excesso de cera nos ouvidos ou nos fones de ouvido pode causar infecções e transmitir doenças. No caso dos fones in-ear, as ear tips (ponteiras, borrachinhas) tendem a acumular cera tanto em sua parte externa quanto interna. Já nos fones do tipo earbud, os microrganismos se acumulam nas espumas que envolvem o corpo do fone.

No caso dos fones de ouvido do tipo on-ear e over-ear, as ear pads (almofadas) costumam absorver o suor. A umidade gerada pelo suor em ear pads de veludo ou tecido liso pode acabar virando um ambiente propício para colônias de bactérias e fungos, daí a importância de sempre manter os fones de ouvido em caixas com saquinhos de sílica para absorver os líquidos e sempre secar a pele ou cabelo com uma toalha para minimizar os efeitos do suor. Além disso, com o tempo o cerume e o sebo acumulam nas ear pads e chega uma hora que é preciso lavá-las.

Acesse nosso tutorial para saber como conservar e higienizar seus fones de ouvido.

Não aumente o volume (“altura”) da música

Imagem ilustrativa de fone de ouvido da Razer. Fonte: Razer
Imagem ilustrativa de fone de ouvido da Razer. Fonte: Razer

Não é necessário aumentar o volume (“altura”) de uma música ao ouvir sua música favorita com um bom fone de ouvido. Quando se escolhe um bom fone de ouvido, é possível ouvir nitidamente os sons da faixa de um álbum sem a necessidade de elevar o volume. O motivo disso é o equilíbrio tonal entre as frequências produzidas pelo fone de ouvido (graves, médios e agudos).

Pode não parecer ou talvez você nunca tenha parado para notar, mas quanto mais alto o som estiver, menor será a sua capacidade de audição. Parece algo contraditório, mas não é. Quanto maior a média de decibel na música, dependendo do nível, menos você irá ouvir pois ocorre o mascaramento de frequências.

Quanto maior o volume, mais o som é mascarado e assim perdemos a percepção dos sons mais baixos. Fonte: hyperphysics
Quanto maior o volume, mais o som é mascarado e assim perdemos a percepção dos sons mais baixos. Fonte: hyperphysics

O nosso ouvido possui uma sensibilidade que varia entre 0 dB (silencio) até aproximadamente 120 dB (som extremamente alto, que chega a causar dor). Quando colocamos um volume que gera 80dB, há uma perda dos sons abaixo de 40dB na música. Quando o som está excessivamente alto, há uma presença maior de graves do que agudos, isso acontece porque os níveis altos de decibel fazem com que as altas frequências (agudos) sejam mascaradas, mas não as baixas (graves).


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.oficinadanet.com.br |

Similar Posts