Blog, PET - Cães e Gatos, Saúde e Bem Estar

Conheça as plantas que pode fazer mal para a saúde do seu pet – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

Muitos cães e gatos acabam comendo plantas e flores que são prejudiciais para a saúde deles. Crédito: divulgação

Você adora plantas e, claro, decorar – ou ornamentar – sua casa com elas. Realmente, elas dão um charme todo especial à residência. O problema é se você tem também um pet – ou mais – habitando o mesmo local.

Acredite, as plantas que são inofensivas para nós, humanos (e nem sempre é assim também), podem ser altamente tóxicas para cães e gatos, levando-os até a óbito. A médica veterinária e professora universitária, Mayra Cunha Flecher, relacionou algumas que podem ser bem prejudiciais à saúde dos pets, mas que todo mundo procura para deixar a casa mais bonita.

Arquivo pessoal
Arquivo pessoal. Crédito: A veterinária Mayra Cunha Flecher explica que algumas plantas podem trazer diversas complicações à saúde do animal

“Isso não significa que é proibido tê-las, mas apenas que é necessário ter muito cuidado na hora de escolher o local onde elas vão ficar. Eu, por exemplo, tenho dois gatos e um cachorro e não abri mão das plantas. Fiz uma jardineira no alto, e os meus bichanos não têm onde apoiar as patinhas para alcançá-las”.

Segundo Mayra, todas as plantas tem um grau de toxidade, afinal é o mecanismo de defesa delas. A toxidade pode estar na própria planta, no seu efeito nocivo, na quantidade que o cão ou gato ingere daquela espécie ou apenas no contato com a mesma, e na idade do animal. “É muito mais comum filhotes se intoxicaram, pois são mais ativos e curiosos do que animais adultos ou idosos”, explica.

Vômito e diarreia

Mayra ressalta, ainda, que para descobrir se o animal foi intoxicado com uma planta da casa, o tutor primeiro precisa fazer essa associação e comunicar o médico veterinário na clínica. “Caso o dono não esteja atento a essa possibilidade, o diagnóstico pode ficar prejudicado. “Os sintomas mais comuns após o animal ser intoxicado por uma planta, são o vômito e a diarreia, mas dependendo da espécie, o pet pode sofrer alterações cardíacas, renais, hepáticas, entre outras, que podem levá-lo a óbito”.

A veterinária explica que pessoas com animais em casa, antes de comprar qualquer planta devem procurar saber as suas características. “O melhor é optar, sempre, por aquelas que têm um grau baixo de toxicidade. Outra dica é fazer o pet entender que ali ele não pode ir, sempre de forma positiva. Por exemplo, quando ele estiver perto da planta, desvie sua atenção mostrando um brinquedo, com o tempo ele vai entender que ali não é lugar pra ele”.

Outra dica para quem ama animais, mas não quer abrir mão das plantas em casa é isolar com um cercadinho o local onde as plantas vão ser colocadas (mas essa opção é mais para cachorros), desde que não haja espécies espinhosas. “De resto, é prestar atenção caso eles tenham acesso as plantas e em caso de qualquer intoxicação, correr com o pet para uma clínica veterinária”, conclui Mayra.

Milho de pipoca

Mayra dá mais uma dica de planta, desta vez que não prejudica a saúde dos bichinho, e você mesmo pode plantar. “É só pegar um vaso e plantar o milho da pipoca. “Dá uma planta bonita e que ajuda os gatos a soltarem os pelos e no trato gastrointestinal de felinos e cães”.

Encha o vaso com cerca de ¾ de terra, semeie com os grãos de milho e depois cubra com uma fina camada de terra. Em até três dias o milho estará germinando. É só esperar crescer, e pronto, deixar à disposição do pet.

Veja algumas espécies que você adora ter em casa, mas precisa deixa-las longe do seu pet:

Espirradeira
Espirradeira. Crédito: divulgação

Espirradeira

Muito comum na ornamentação de jardins, essa planta que possui folhas rústicas e flores variadas e de diversas cores, como rosa, amarela, branca e vermelha, é bem tóxica. “Além dos sintomas mais comuns, ela pode ocasionar alterações cardíacas grave nos animais, levando-os a óbito”.

Azaleia
Azaleia. Crédito: divulgação

Azaleia

É impossível não ficar fascinado com a beleza das flores dessa espécie, uma das queridinhas de quem gosta de ver a casa mais bonita e comprada facilmente nas feiras livres. “Mas ela é outra que pode levar o cão e o gato a sofrer alterações cardíacas graves”.

Palmeira-de-sagu
Palmeira-de-sagu. Crédito: divulgação

Palmeira de Sagu

Muito comum para ornamentar jardins, é uma planta altamente tóxica para os pets, especialmente as sementes – basta a ingestão de uma para causar uma intoxicação séria. “Essa pode levar o cão ou o gato a uma alteração hepática gravíssima, levando-os a óbito em poucas horas”.

Comigo-ninguém-pode
Comigo-ninguém-pode. Crédito: divulgação

Comigo-ninguém-pode

As folhas dessa planta são de uma beleza incomparável, além disso acredita-se que ela traga proteção para a residência. Então, claro, também é uma das preferidas para quem gosta de deixar a casa mais decorada. “Aqui o problema não está tanto na ingestão, que pode levar a uma gastrite mais complicada. A questão é no contato do animal com a espécie, que pode levá-lo a ter vesículas e úlceras na boca, por exemplo, entre outras doenças”.

Espada de São Jorge
Espada de São Jorge. Crédito: divulgação

Espada de São Jorge

É outra planta que tem um misticismo por trás. Dizem que ela traz prosperidade à residência, isso sem falar na sua beleza. “O contato do animal com ela também pode causar vesículas e úlceras na boca, entre outras complicações. Quando ingerida, pode causar edema nas mucosas”.

Costela-de-adão
Costela-de-adão. Crédito: divulgação

Costela-de-adão

Com folhas grandes e aromáticas, também é queridinha dos apaixonados por plantas dentro de casa. Apesar de seu fruto ser comestível, pode pelo contato intoxicar os animais. “Quando ingerida, também causa edema nas mucosas. Mas basta um pequeno contato para ocasionar uma lesão na córnea do cão ou gato”.

Lírio
Lírio. Crédito: divulgação

Lírio

São lindos e impressionam à primeira vista, mas todas as suas partes são altamente tóxicas. “Principalmente para os gatos, porque a planta ocasiona um quadro renal grave a agudo, o que pode ser potencialmente fatal para eles”.

Bico-de-papagaio
Bico-de-papagaio. Crédito: divulgação

Bico-de-papagaio

Muito comum na época de Natal, pois cai muito bem com a decoração de final de ano, essa planta possui uma seiva que traz danos aos animais. “Ocasiona lesões na pele e mucosas, coceira e gastroenterite”.

Coroa-de-cristo
Coroa-de-cristo. Crédito: divulgação

Coroa de Cristo

Muito comum em jardins e calçadas, essa planta solta um látex que causa uma irritação nos animais. “Em contato com ela, os cães e gatos podem ter lesões na pele, boca e ocular”.

Copo-de-leite
Copo-de-leite. Crédito: divulgação

Copo-de-leite

Essa planta também é muito popular dentro de casa, mas também é tóxica. “Ela solta uma seiva que provoca inflamações na boca e na garganta, irritação nas mucosas e edemas nos lábios, na língua e nos olhos”.


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.agazeta.com.br |

Related Posts