Blog, PET - Cães e Gatos, Saúde e Bem Estar

Enriquecimento Ambiental para Cães – O Guia COMPLETO – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

Você já ouviu falar do enriquecimento ambiental para cães? Esta é uma excelente estratégia para proporcionar melhores condições de entretenimento, felicidade, gasto de energia e qualidade de vida de forma geral para o seu cachorro. Mas, como você pode, então, colocar em prática o enriquecimento ambiental para cães? É justamente sobre isso que vamos tratar no texto de hoje.

O objetivo deste guia é ajudar você entender, de maneira aprofundada, o quanto um enriquecimento ambiental pode ajudar no desenvolvimento do seu cão de estimação. Há muitas vantagens “escondidas” e que condicionam a saúde mental e a saúde física do seu cão, através de algumas simples atitudes que farão ele se desenvolver muito mais.

Porém, claro, é preciso entender alguns quesitos antes de simplesmente colocar a mão na massa. E para explicar melhor isso, é importante entender o seguinte: cada cão é único. Cada raça, também. E por isso, é fundamental proporcionar um ambiente que esteja de acordo com o seu cão de estimação. De nada adianta enriquecer um ambiente sem levar em consideração as necessidades do seu cachorro. Caso contrário, não será um enriquecimento, mas sim, uma poluição ambiental.

Mas não se preocupe. Neste guia você vai entender tudo sobre o tema e, quem sabe, já sairá daqui aplicando algumas técnicas interessantes para proporcionar uma casa mais divertida para o seu pet. Vamos lá?

Cão com seu brinquedo – Foto: Freepik

Enriquecimento ambiental para cães – O que significa enriquecer o ambiente para o cachorro?

O enriquecimento ambiental para cães nada mais é do que uma forma de construir um ambiente personalizado, de acordo com as necessidades do animal, para que ele possa se divertir mesmo que você não esteja interagindo com ele. Mas, não confunda enriquecimento ambiental para cães com o simples ato de espalhar brinquedos pela casa. Enriquecimento ambiental não é isso. Isso mais se assemelha com bagunça do que com enriquecimento.

Mas, o que tem de tão diferente em um enriquecimento, se comparado com o ato de deixar brinquedos espalhados pela casa? O enriquecimento foca exclusivamente no entretenimento inteligente do seu cachorro. Ou seja, é uma maneira de proporcionar uma vida mais divertida para os momentos de tédio e, claro, ao mesmo tempo, estimular alguns sentidos do animal, para que ele esteja sempre em dia com isso.

Desta forma, o enriquecimento ambiental passa muito mais pelo fator educacional e de estímulos aos instintos, do que necessariamente para a pura diversão. É claro que os cães se divertem caçando, correndo, brincando ou roendo. Porém, há um estímulo mental muito grande quando as brincadeiras são pensadas ou quando eles se deparam com um desafio.

Este é o enriquecimento ambiental para cães: uma forma lúdica, mas inteligente, de resolver problemas, enfrentar desafios e gastar energia.

No entanto, é muito importante que sempre levemos um ponto em consideração, que é a individualidade do pet. Você precisa entender que o seu cão é único. Por mais que as raças apresentem semelhanças entre si, não podemos colocar todos os cães em uma mesma cesta para tratá-los iguais. Eles têm personalidade e uma mentalidade própria. Motivos mais do que suficientes para pensarmos em um ambiente dedicado, e não genérico.

E para te ajudar com isso, continue lendo nosso guia. Vamos apresentar, a seguir, um passo a passo do que você pode fazer para criar seu próprio enriquecimento ambiental para seu cão. Acompanhe.

enriquecimento ambiental para cães

Cachorro enjoado dos brinquedos comuns – Foto: Freepik

Enriquecimento ambiental para cães: Passo a passo para criar um enriquecimento ambiental de acordo com a personalidade do seu cachorro

Queremos que você comece a criar ou pensar o enriquecimento ambiental do seu cão a partir de agora. Por isso, é hora de fazer alguns exercícios para que possamos entender o que é, de fato, um enriquecimento voltado para o desenvolvimento intelectual e associativo do seu cão de estimação. Afinal, conforme entendemos até aqui, um ambiente rico em atividades é aquele que vai estimular o animal a uma série de situações em diversos cômodos da casa.

Muitas pessoas gostam de usar o enriquecimento ambiental para momentos em que o cão precisará ficar sozinho em casa. E isto é uma ótima ideia, uma vez que esta prática tem um poder muito grande para deixar o animal verdadeiramente entretido por horas. Porém, é importante entender que isto não pode acontecer do dia para a noite. Ou seja, você não pode decidir hoje que amanhã vai deixar seu cão sozinho por um dia inteiro e simplesmente deixar um monte de brinquedos jogados pela casa. Não é assim que funciona.

O enriquecimento ambiental para cães é como se fosse um parque de diversões. O cachorro precisa, antes de mais nada, entender como funciona determinado brinquedo para ter coragem ou vontade de interagir com ele. Afinal, seria frustrante você enriquecer o ambiente e o cão nem ligar, não é mesmo? Neste caso, o condicionamento prévio é importantíssimo.

Para te ajudar, separamos uma lista com algumas brincadeiras de entretenimento, que ajudam a enriquecer os ambientes dos cães. Veja abaixo:

  • Brinquedos interativos;
  • Desafios;
  • Brinquedos diferentes – Sons e texturas variadas;
  • Petiscos congelados (sorvete para cachorro);
  • Objetos para morder;

Cada caso será um caso. Ou seja, pode ser que seu cão goste mais de uma brincadeira e goste menos de outras. Então, continue lendo para entender o que fazer em cada uma delas.

Enriquecimento ambiental para cães: Brinquedos interativos sempre são uma ótima alternativa para entreter os cães

Vamos começar pelos brinquedos interativos. Estes são, na prática, uma excelente alternativa para que você possa oferecer tudo aquilo que seu cão precisa para gastar energia, se entreter, estimular sentidos e instintos. Mas, o que seria um brinquedo interativo? A resposta pode ser muito ampla. Mas, na prática, é um brinquedo que ajude o cão a se divertir sozinho.

Esta é uma técnica muito usada para criar cães independentes, para que eles possam resolver alguns tipos de problemas de maneira instintiva. Isto é, eles vão caçar, correr, morder e acessar locais diferenciados, em busca do objetivo que o brinquedo esteja propondo.

Por exemplo, este brinquedo pode ser uma garrafa pet com ração dentro e apenas alguns furinhos para ela sair. Isto fará com que o seu cachorro passe muito tempo tentando pegar a comida, uma vez que ele conseguir sentir o cheiro e o gosto. Neste caso, é importante fazer uma garrafa que não machuque o focinho ou a boca do animal, pois ele vai tentar, a todo custo, comer a ração que estiver lá dentro da garrafa.

Outros brinquedos interativos podem ser, ainda, aqueles que instiguem o animal de alguma maneira. Ou seja, sempre que o cão fizer determinado movimento no brinquedo, o brinquedo precisa dar algum tipo de retorno satisfatório ao animal. Assim, ele vai querer brincar com isso por muito tempo, pois ele estará, enfim, entretido.

Estude o seu cão e entenda a personalidade dele para tentar oferecer um brinquedo que ele realmente queira. Caso contrário, este tipo de enriquecimento não funcionará. Por isso, é importante testar e praticar, até encontrar uma solução adequada ao seu pet. Não desista na primeira tentativa!

enriquecimento ambiental para cães

Cachorro enjoado dos brinquedos comuns – Foto: Freepik

Crie desafios para que seu cachorro gaste energia encontrando presentes pela casa

Outra maneira de criar um bom enriquecimento ambiental para cães, é através de desafios e brinquedos escondidos pela casa. Este tipo de atividade aguça uma série de sentidos do animal e ajuda ele a pensar de uma maneira estratégia, como se estivesse caçando em seu habitat natural.

A brincadeira também pode ser considerada como interativa, vide tópico anterior, uma vez que o cão precisará gastar energia para resolver os enigmas da casa. Mas, como assim resolver enigmas? É muito simples. Tudo que você precisa fazer, é esconder alguns brinquedos preferidos do animal, em alguns espaços que ele não vá se machucar – mas que ofereça algum nível desafiador para conquistar o brinquedo.

Por exemplo, você pode colocar o brinquedo favorito do animal dentro de uma caixa de papelão e fazer somente alguns furinhos para que ele possa sentir o cheiro ou ver o objeto. Isto será suficiente para que o cachorro fique intrigado e queira, a qualquer custo, “resgatar” seu brinquedo. Pode funcionar, também, muito bem com ração. Ou seja, esconder a ração em uma caixa para que o animal possa caçar ela.

A recompensa funciona como um gatilho incrível na mente dos cães. Eles são condicionados em busca desta recompensa. E por isso, estes brinquedos interativos e o enriquecimento ambiental é tão importante para o dia a dia dos pets. Os estímulos gerados a partir dessas práticas são muito positivos para a cognição e até desenvolvimento físico do pet.

Veja também: As 10 raças de cachorros mais inteligentes

Tenha sempre uma gama de brinquedos diferentes – Sons e texturas variadas

A diversificação é um fator muito importante no enriquecimento ambiental para cães. Afinal, algumas raças vão enjoar muito rápido de algumas brincadeiras para cães. Ou, ainda, vão descobrir precocemente como resolver um enigma – e tudo vai perder a graça. Portanto, é muito importante variar e nunca exagerar nas doses. O seu cachorro precisa sempre entender algo como uma novidade, mesmo que as vezes não seja.

Desta forma, recomendamos que você sempre busque um brinquedo com uma textura variada ou um som diferente. Isto fará com que o cachorro sempre tem uma “pulga atrás da orelha” e resolva, então, investigar o brinquedo novo. Porém, você não precisa buscar centenas de brinquedos ao mesmo tempo. Comece com dois ou três e diversifique durante os dias. Para o cão, um brinquedo novo muitas vezes é aquele que ele não interage por um ou dois dias.

O mais importante do enriquecimento ambiental, é ajudar o seu cão a se distrair. E a distração de um cão está muito ligada com a curiosidade. Ou seja, é fundamental despertar a curiosidade do cachorro para que os resultados do enriquecimento ambiental tenham mais resultados no médio e longo prazo.

Faça um cronograma de brinquedos para que o fator novidade sempre esteja presente. Por isso, guarde e esconda (mesmo!) os brinquedos mais usados por alguns dias para que, assim, o cachorro não os veja e até gere um pouco de saudade. Esta alternância é a chave para que nada caia na rotina.

cachorro em casa

Cão procurando brinquedo escondido – Foto: Freepik

Para dias mais quentes, você pode criar petiscos congelados (sorvete para cachorro)

Você sabia que cachorro pode comer picolé, ou mesmo sorvete? Sim, isto é possível! Afinal, os dias quentes do verão aqui no Brasil são realmente muito acima da média, inclusive, para nossos melhores amigos. E por isso, criar alternativas para que eles possam se refrescar ou mesmo enfrentar o calor de uma forma um pouco mais “divertida”, é fundamental.

E uma destas alternativas está diretamente ligada ao enriquecimento ambiental para cães. Afinal, você poderá criar seus próprios sorvetes e picolés para oferecer ao seu cachorro. Tudo que você precisa fazer, é congelar comida úmida ou petiscos, de uma forma que tudo isso vire uma grande bola de sorvete.

O cachorro ficará intrigado com o gelo, uma vez que ele possui uma textura e um gosto diferente. E quando ele perceber que é realmente gostoso, passará alguns bons minutos triturando ou roendo o gelo, até chegar na ração úmida ou no petisco que estiver lá.

O enriquecimento ambiental passa também pelo fator alimentação. Afinal, como você sabe, um cachorro adora comer. E ele fará de tudo para conseguir fazer uma boquinha em horários alternativos!

Caso seu cão goste de morder objetos, pendure um pneu ou uma borracha mordedora para ele se divertir

Esta dica é para aquelas pessoas que possuem um espaço maior para a convivência com o cão, como pátios ou varandas em casas térreas. Neste caso, ficará mais fácil colocar em prática esta dica, que é pendurar um pneu em uma corda para que o cachorro possa passar horas mordendo.

Alguns cães não são fãs deste tipo de brincadeira, mas para aqueles que gostam, certamente será uma ótima alternativa gerar entretenimento e muita diversão em um ambiente enriquecido de maneira inteligente e criativa. Esta é uma atividade que pode fazer o animal gastar muita energia e aguçar os sentidos de caça, fazendo com que ele “volte as origens” de alguma forma.

É importante tomar alguns cuidados para o animal não se machucar. Neste caso, utilize uma corda bem firme para que ele não fique preso nela e possa, de alguma forma, se enforcar. Ainda, procure amarrar a corda em locais muito resistentes e que não corram o risco de quebrar com o peso do cachorro. Opte por vigas de cimento ou madeiras de telhado que estejam bem firmes.

escolhendo o brinquedo do cachorro

Cão escolhendo o brinquedo – Foto: Freepik

Por que um ambiente enriquecido é tão importante para entreter e divertir o cachorro?

O enriquecimento ambiental para cães é uma das maneiras mais inteligentes, criativas e sustentáveis de manter um animal sempre muito bem, do ponto de vista da saúde física e mental. Afinal, estas brincadeiras um pouco mais divertidas ou que gerem algum tipo de curiosidade e aguçam sentidos, são fantásticas para desestressar um cachorro, deixá-lo menos ansioso e fazê-lo se sentir mais vivo e ativo.

Do ponto de vista da saúde física, o animal sempre estará gastando energia. O que é ótimo para que ele não adoeça com problemas comuns, como diabetes em cães ou mesmo a obesidade canina. Desta forma, crie brincadeiras criativas e deixe seu cão se divertir por horas, sempre com uma supervisão e um pensamento crítico do que é ou não seguro para ele. Ele vai agradecer!


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.portaldodog.com.br |

Related Posts