Blog, Smart Watches & Eletronicos

Pagamentos com smartwatch: uma alternativa ao telemóvel – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

Uma funcionalidade que serve os propósitos do dia a dia é a utilização dos sistemas de pagamentos Apple Pay ou MB WAY através do telemóvel, seja qual for o modelo. No entanto, a possibilidade de migração do serviço para dispositivos wearables, como smartwatches, está a revolucionar a forma como fazemos pagamentos.

O MB WAY, um serviço detido pela SIBS, empresa que gere a rede Multibanco, é o mais popular no que toca a pagamentos sem recurso ao cartão bancário. Com a chegada dos modelos mais recentes de relógios inteligentes, esta funcionalidade transitou rapidamente para o nosso pulso. No telemóvel, temos de abrir a aplicação e iniciar o pagamento com um leitor de QR Code, que obriga à utilização da câmara. No smartwatch é muito mais simples.

Neste momento, o MB WAY está apenas disponível em alguns modelos Samsung e não é garantida a expansão do serviço para outras marcas, como exemplo o Apple Watch. Galaxy Watch 46mm (SM-R800), Galaxy Watch 42mm (SM-R810), Samsung Gear Sport (SM-R600), Samsung Gear S3 Classic (SM-R770) e Samsung Gear S3 Frontier (SM-R760) são os modelos compatíveis com a App MB WAY.

A sua utilização é muito simples: “para efetuar os seus pagamentos, basta abrir a app MB WAY no seu Samsung Watch, selecionar o cartão pretendido e encostar o relógio ao terminal de pagamento. Caso a compra seja superior a 20€, terá de introduzir o seu PIN MB WAY no relógio e encostar novamente o relógio ao terminal”, como explica a empresa no seu site.

Apple Pay ganha cada vez mais expressão no mercado

Outro serviço de pagamentos que está em crescimento em Portugal é a Apple Pay, presente em qualquer dispositivo da marca da maça. Se, aquando do lançamento em Portugal, em 2019, este serviço tinha uma reduzida taxa aceitação por parte dos comerciantes, em 2021 o número de terminais compatíveis com esta funcionalidade multiplicou-se. Ainda assim, muito aquém do MB Way.

Outra “travessia no deserto” para Apple, em Portugal, foi a aceitação por parte das instituições bancárias da introdução dos cartões de débito ou de crédito neste serviço de pagamentos. Para dar um exemplo, só em novembro do ano passado é que os clientes da Caixa Geral de Depósitos passaram a poder usar o serviço (depois do Millenium e do Active Bank, em junho passado, e do Crédito Agrícola e Revolut, em 2019).

A utilização da Apple Pay (disponível depois da associação do cartão bancário através da Wallet, aplicação nativa em equipamentos da marca de Cupertino) é possível em iPhone, iPad e Mac, mas é precisamente nos Apple Watch que esta funcionalidade ganha maior evidência.

De facto, o serviço passou a ter um maior interesse desde que foi integrado no wearable da Apple, que agora possibilita a realização pagamentos contactless em terminais de multibanco. Basta para isso configurar a app Wallet e encostar o relógio inteligente para pagar. Fácil!

Mas de que forma podemos saber que comerciantes ou estabelecimentos já aderiram a este modo de pagamento? A forma mais direta é entrar na aplicação Mapas, em qualquer dispositivo Apple, e procurar por “Apple Pay”. De seguida, surgem assinalados os locais aderentes, como lojas do comércio local ou hipermercados. É, ainda, expetável que o número de estabelecimentos comerciais com contactless e Apple Pay possam aumentar com o passar do tempo.

Swatch já entrou no mundo dos pagamentos digitais

Há, ainda, o caso de outras marcas que estão a explorar a sua quota de mercado, no que toca aos relógios tradicionais, para introduzir o seu próprio sistema de pagamentos. Estamos a falar da Swatch, que já disponibiliza em Portugal o SwatchPay, através da Caixa Geral de Depósitos.

Segundo a própria marca, a SwatchPay é um relógio de ponteiros que permite realizar pagamentos sem contacto, bastando associar qualquer um dos cartões da Caixa. Funcioona em qualquer terminal de pagamento automático com contactless, da Rede Visa e Mastercard.

“O SwatchPay utiliza um chip NFC integrado no relógio, ao qual terás de associar o teu Cartão Caixa. O relógio não requer bateria para fazer pagamentos. É resistente à água (até uma profundidade de 30metros), o que o torna mais flexível e durável face a outros meios de pagamento”, informou a Caixa Geral de Depósitos, na promoção que faz ao serviço.

Simples, prático e recomendado.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: www.maistecnologia.com |

Related Posts