Review Smartwatch Huawei Watch Fit: elegância e muitos recursos de saúde [análise/vídeo] – [Blog GigaOutlet]


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!

O visual agradável e sofisticado pode enganar, mas a verdade é que o Huawei Watch Fit está longe de ser um smartwatch caro e completo. Como o próprio nome apresenta, o vestível da chinesa tem como objetivo ser um grande aliado da sua saúde e da qualidade de vida sem cobrar muito por isso. Ele monitora o seu condicionamento físico, tem bateria de longa duração, GPS integrado e exibe notificações.

Completam as especificações uma telinha AMOLED, Bluetooth 5.0 e resistência à água. Vale a pena gastar R$ 899 neste gadget? Todos esses recursos funcionam mesmo? Eu avaliei o novo Huawei Watch Fit nas últimas semanas e compartilho a minha experiência de uso nos próximos minutos.

Análise do Huawei Watch Fit em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente de tecnologia que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises de produtos são opinativas e não possuem nenhuma intenção publicitária. Por isso, sempre destacamos de forma transparente os pontos positivos e negativos de cada produto.

Nenhuma empresa, fabricante ou loja pagou ao Tecnoblog para produzir este conteúdo. Nossos reviews não são revisados nem aprovados por agentes externos. O Huawei Watch Fit foi fornecido pela Huawei por empréstimo. O produto será devolvido à empresa após os testes.

Design e tela

Após passar vários dias usando o Huawei Watch GT 2e, cuja análise já está disponível aqui no Tecnoblog, colocar o Watch Fit no pulso foi bem surpreendente. Eu saí de um smartwatch com presença e de visual tradicional para um modelo mais discreto, leve e que não abriu mão da elegância.

Embora pareça metal, a Huawei diz que o relógio é produzido de fibra de polímero durável. As laterais levemente curvadas imediatamente remetem ao Apple Watch e deram um acabamento ainda mais bonito. Além do Watch Fit escuro, a empresa comercializa versões em rosa, verde e laranja.

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A pulseira do smartwatch é muito confortável e não incomoda na hora de dormir. Mas a sua substituição exige um cuidado enorme, porque você precisa remover a borracha de travamento na caixa do relógio com um objeto pontiagudo. Ao fazer isso, é importante prestar atenção, pois essa peça é pequena e pode saltar com força. Infelizmente, a Huawei não explica isso e usuários leigos podem danificar o relógio e até perder essa borracha, complicado, não é?

A tela retangular de 1,64 polegada é AMOLED e, além de um ótimo aproveitamento frontal, entrega cores fortes e brilho alto. A resolução de 456×280 pixels assegura uma boa definição e é possível ler as informações exibidas sem nenhuma dificuldade. Entretanto, a luminosidade do gadget à noite me incomodava quando eu ia dormir devido à intensidade que, mesmo no nível 1, é alta. Por isso, tive que usar o modo “não perturbe”, para desativar a tela, durante várias noites.

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Assim como o GT 2e, o Watch Fit é resistente à água em até 5 ATM (ou 50 metros), portanto o uso em atividades aquáticas está liberado. Com relação às batidas do dia a dia, eu não cheguei a ter conflitos durante a avaliação, mas pancadinhas na mesa e na parede foram inevitáveis, por sorte finalizei este review sem riscos ou amassados.

Recursos e experiência de uso

O Huawei Watch Fit faz jus ao nome e entrega vários recursos de saúde e de qualidade de vida. São diversos modos de esporte para quem está começando e até mesmo para atletas, por isso você encontra opções de corrida, caminhada, ciclismo, natação, além de dança, basebol, futebol de praia e muitos outros (ao todo, são 96 modos de treino). O menu do relógio concentra outras funcionalidades úteis, como contador de passos, ritmo cardíaco, SpO2, para medir a saturação de oxigênio no sangue, monitoramento do sono e de estresse.

O sensor de frequência cardíaca pode ficar sempre ativado e mostra de forma simples o estado atual do usuário. Todos os dados coletados ainda ficam salvos no aplicativo Huawei Health, disponível para Android e iPhone (iOS). Para fins de comparação, o Watch Fit apresentava uma numeração mais baixa em relação à Mi Band 5, que também monitora os batimentos. Em um momento calmo do dia, trabalhando no computador, o smartwatch marcou 89 bpm, enquanto a smartband apontava 95 bpm.

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O monitoramento de sono, chamado de TruSleep, é excelente e apresenta informações detalhadas da sua noite. No Huawei Health, é possível visualizar quantas horas você dormiu e quantos minutos teve de sono leve, profundo e REM. De fato, é um recurso muito bem feito e que pode ajudar o usuário a ter uma noite melhor, ainda mais porque a Huawei fornece uma pontuação e compartilha dicas úteis sobre isso.

Assim como outros relógios esportivos da marca, o smartwatch tem GPS integrado. Devido ao agravamento da pandemia, eu não consegui avaliar a funcionalidade em locais mais complexos, como na Avenida Paulista, com muita interferência, mas uma caminhada simples de apenas 15 minutos no meu bairro já foi suficiente para entender a atuação.

GPS do Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

GPS do Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A minha atividade começou no estacionamento de um supermercado e o relógio conseguiu identificar que eu não estava em uma rua. Entretanto, ao sair do local, o GPS se perdeu e deu a entender que eu estava em ruas laterais no início e só atuou com precisão no meio do trajeto.

Ainda falando sobre esportes e qualidade de vida, o Watch Fit traz 12 animações com exercícios simples que incluem alongamento, relaxamento de pescoço e ombro, queima de gordura, definidor de abdômen, treino de pernas e outros. O mais legal é que são atividades relativamente fáceis e que podem ser feitas dentro de casa, sem a necessidade de ir até uma academia. A Huawei ainda se preocupou em deixar tudo isso detalhado e explica os benefícios de cada dinâmica, o que é excelente.

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Sobre os recursos de smartwatch, o Huawei Watch Fit, finalmente, recebeu melhorias importantes, mas isso não significa que a empresa fez grandes upgrades. Se você acompanhou a minha avaliação do GT 2e, sabe que eu tive muitos problemas de usabilidade, principalmente porque fiquei limitado a apenas 12 mostradores no iPhone. Mas tudo isso muda neste modelo mais atual.

Donos de Android e iPhone agora têm acesso a várias watchfaces gratuitas que podem ser encontradas lá no aplicativo Huawei Health, inclusive é possível editar e personalizar como você quiser.

O restante não mudou. Ele pode exibir todas as notificações do seu telefone, porém eu só consigo visualizar; é possível recusar chamadas telefônicas; ele tem lanterna; alarme; temporizador; mostra a previsão do tempo; e pode funcionar como um obturador remoto para tirar fotos no celular. No entanto, esse último recurso é muito limitado, porque só funciona em celulares com EMUI 8.1 ou posterior, e não pode ser usado no iOS e a Huawei nem cita outros aparelhos Android.

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Aplicativo Huawei Health no Samsung Galaxy A21s e no iPhone 11 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Aplicativo Huawei Health no Samsung Galaxy A21s e no iPhone 11 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

NFC para pagamento ficou de fora e pode esquecer, também, a possibilidade de adicionar aplicativos de terceiros, portanto conectá-lo com o Strava é inviável. O mesmo vale para músicas e, embora não seja possível adicionar o Spotify, o usuário consegue controlar faixas de um app de streaming de música quando um fone Bluetooth está conectado.

Bateria

A bateria aqui dentro pode durar até dez dias com o TruSleep e o monitoramento da frequência cardíaca sempre ativados. Esse número pode cair para sete dias se a tela for ativada 500 vezes, o que é muita coisa, convenhamos.

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

No meu teste, o Huawei Watch Fit não obteve uma pontuação ótima nem ruim. Com esses recursos ativados e exibindo todas as notificações, eu consegui exatamente oito dias, é um resultado satisfatório, mas poderia chegar ao décimo ou décimo primeiro dia.

Só um adendo: o teste de caminhada com o GPS foi feito em outro momento e não faz parte desses oito dias, portanto esse número pode reduzir ainda mais se você depender dele com frequência.

Huawei Watch Fit: vale a pena?

O Huawei Watch Fit é um smartwatch básico e descomplicado para consumidores que buscam um vestível focado em saúde. Ele está longe de ser um produto perfeito, mas a minha experiência foi muito mais satisfatória em relação ao GT 2e, que também é acessível e tem sérios problemas de usabilidade. O Watch Fit tem ótimos recursos fitness, o monitoramento do sono funciona e é preciso, e o SpO2, tão popular atualmente devido à pandemia, é um diferencial importante disponível aqui.

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Smartwatch Huawei Watch Fit (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Eu também gosto da interface da Huawei, que é compartilhada nos outros relógios da marca, mas na tela retangular a experiência de uso fica ainda melhor, com navegações fluídas e animações realmente bonitas. Até que enfim a integração com o iPhone foi aprimorada e donos de produtos Apple podem ter acesso a todos os mostradores, outro acerto da chinesa.

Para corridas e caminhadas, é importante considerar algumas inconsistências do GPS. Além disso, considerando que existem smartbands com NFC hoje no mercado, a Huawei perde um grande destaque por não disponibilizar a tecnologia; e, por fim, seria muito interessante adicionar aplicativos de terceiros, mesmo que poucos. Eu torço para que a empresa implemente tudo isso no próximo smartwatch básico.

Se você gostou do Watch Fit, mas é uma pessoa mais conservadora quando se trata de design, o recém-lançado Realme Watch S é uma opção para avaliar; ele traz funções parecidas e é mais barato. Mas se o modelo da Huawei não vai te atender, é melhor buscar por um smartwatch mais completo, como o Galaxy Watch Active 2.


Acesse agora GigaOutlet e compre com desconto e frete grátis!


Fonte: tecnoblog.net |